PUBLICIDADE

Amazon e Vrio lançarão internet via satélite na América do Sul, competindo com Starlink

13 jun 2024 - 09h42
(atualizado às 14h18)
Compartilhar
Exibir comentários

A Amazon e a empresa de telecomunicações Vrio lançarão conjuntamente um serviço de internet via satélite em sete países da América do Sul, disseram as empresas nesta quinta-feira, colocando-as em concorrência direta com a Starlink, de Elon Musk.

A Vrio, empresa norte-americana que administra a filial latino-americana da DirecTV, bem como a Sky Brasil, oferecerá o serviço a clientes de Argentina, Brasil, Chile, Uruguai, Peru, Equador e Colômbia.

"Acreditamos que a oportunidade é enorme", disse Lucas Werthein, vice-presidente da Vrio, à Reuters.

O Projeto Kuiper, da Amazon, iniciado por um ex-funcionário da Starlink, fornecerá internet usando satélites na chamada órbita baixa da Terra.

"Cerca de 200 milhões de pessoas na região têm acesso precário, pouco ou nenhum acesso à internet", afirmou Werthein, citando estimativas do Banco Mundial. "Acrescente a isso o terreno geográfico e, é claro, um continente que tem desafios para fazer grandes investimentos em infraestrutura."

O serviço está programado para entrar em operação em meados de 2025, começando na Argentina, de acordo com o plano de lançamento do Projeto Kuiper.

O Projeto Kuiper delineará seu plano nos próximos meses para colocar 3.236 satélites no céu, disse o chefe de desenvolvimento de negócios da empresa na América Latina, Bruno Henriques.

A Amazon anunciou em 2019 que planejava investir 10 bilhões de dólares no projeto.

"Nosso objetivo é que todos os clientes, quer vivam em áreas urbanas, suburbanas ou rurais, tenham o mesmo nível de acesso à banda larga", disse Henriques.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Compartilhar
TAGS
Publicidade
Seu Terra












Publicidade