PUBLICIDADE

Alphabet lança o aguardado modelo de IA Gemini

6 dez 2023 - 14h14
Compartilhar
Exibir comentários

A Alphabet lançou nesta quarta-feira seu modelo de inteligência artificial mais avançado, uma tecnologia capaz de processar diferentes formas de informação, como vídeo, áudio e texto.

Chamado de Gemini, o altamente esperado modelo de IA da proprietária do Google é capaz de raciocínio mais sofisticado e compreensão de informações com maior grau de nuances do que a tecnologia anterior do Google, afirmou a empresa.

"Esta nova era de modelos representa um dos maiores esforços científicos e de engenharia que empreendemos como empresa", escreveu o presidente-executivo da Alphabet, Sundar Pichai, em comunicado.

Desde o lançamento do ChatGPT da OpenAI, há cerca de um ano, o Google tem corrido para produzir software de IA que rivalize com o que a empresa apoiada pela Microsoft introduziu.

O Google adicionou uma parte da nova tecnologia do modelo Gemini ao seu assistente de IA, Bard, nesta quarta-feira, e disse que planeja lançar a versão mais avançada do Gemini por meio do Bard no próximo ano.

A Alphabet afirmou que está produzindo três versões do Gemini, cada uma projetada para utilizar uma quantidade diferente de capacidade de processamento. A versão mais poderosa é projetada para ser executada em data centers, e a menor será eficiente em dispositivos móveis, afirmou a empresa.

O Gemini é o maior modelo de IA que o Google DeepMind AI, da empresa, ajudou a criar, mas é "significativamente" mais barato para oferecer aos usuários do que os modelos maiores anteriores da companhia, disse Eli Collins, vice-presidente de produto da DeepMind, a repórteres.

"Então, não é apenas mais capaz, também é muito mais eficiente", disse Collins. O modelo mais recente ainda requer uma quantidade substancial de poder computacional para ser treinado, mas o Google está melhorando seu processo, ele acrescentou.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Compartilhar
TAGS
Publicidade
Publicidade