Qual o melhor restaurante japonês de São Paulo? Chefs indicam seus preferidos

A pedido de 'Paladar', 7 chefs de grandes restaurantes de São Paulo escolheram seus sushis (e outras iguarias) preferidos

13 jun 2024 - 12h46
(atualizado às 12h48)
Resumo
Uma lista com os restaurantes japoneses mais procurados de São Paulo, preparada por chefs de renomada da região, foi divulgada pela Paladar, que inclui sushis, sashimis, chás e yakisobas.
Aguemono, um dos pratos do Goya
Aguemono, um dos pratos do Goya
Foto: Reprodução/Instagram/ @thaisvieira.fotografia no perfil do @goyazushi

São Paulo tem uma qualidade impressionante de restaurantes japoneses -- desde aqueles mais tradicionais da Liberdade, passando por casas modernas com omakases disputados e até chegar naquelas pedidas mais diferentes, como izakayas e casas de chás. Tem opções para todos os gostos. E aí fica a questão: como escolher o restaurante japonês ideal?

Paladar, então, pediu para que chefs de grandes restaurantes de São Paulo escolham seus restaurantes japoneses preferidos. São opções que acompanham a diversidade da cidade e que mostram como há qualidade de sushis, sashimis, chás e muito mais por aí.

Publicidade

Bruno Hoffmann (Benjamin Osteria Moderna) | Sushi Vaz

"Frequentava bastante o Sushi Vaz. Os pratos são saborosos, produtos de alta qualidade, com uma técnica incrível e com um bom custo-benefício, o que torna tudo ainda mais interessante para mim."

Serviço: Alameda Santos, 2528 B - Bela Vista | Terça à Sexta: 12:00 às 20:00, Sábado: 12:00 às 16:00, Domingo: 12:00 às 16:00 | @sushi_vaz.

Fred Caffarena (Make Hommus. Not War) | Goya, Kotori e Mori Chazeria

"Quem conhece o Uilian Goya sabe da preocupação que ele tem com técnicas e os detalhes de cada preparação. [O Goya] é uma experiência única de Omakase [R$ 490 por pessoas], e com ele pode confiar. Agora às segundas tem o Makanay, sem reservas, só chegar. [Já o Kotori] é um dos restaurantes que foge um pouco do que estamos acostumados como restaurante japonês. Gosto da proposta, do serviço, da perfeição do ponto dos yakitoris e o onigiri tostado. O cardápio muda bastante. Sempre é divertido ir e descobrir novas opções. E como apaixonado por chás e pelo Japão, não poderia deixar esse lugar de fora: o Mori Chazeria. A Patrícia Akemi foi para o Japão estudar chás e entrega uma experiência única, como a cerimônia do Matcha e um chá de cevada delicioso. A comida lembra a de batchan, super reconfortante, como o Karê servido com um dos melhores karagues [a partir de R$ 49,90] que já comi. Tem ainda um delicioso wagashi, doce de mochi e anko [R$ 25,90], para os chás. Ah! Vez ou outra ela serve um café da manhã típico japonês aos finais de semana, precisa ficar atento às data".

Serviço:

Publicidade
  • Goya: Alameda Franca, 1151 - Jardins, São Paulo | Terça à sábado, das 19h às 23h | Reservas pelo site | Instagram: @goyazushi.
  • Kotori: Rua Cônego Eugênio Leite, 639 - Pinheiros, São Paulo | Terça à sexta, das 19h às 23h, sábado das 12h às 16h e das 19h às 23h, domingo das 12h às 16h | Instagram: @kotori.sp.
  • Mori Chazeria: Rua Coronel Oscar Porto, 267 - Paraíso, São Paulo | Almoço de terça à sexta das 11h30 às 15h e de sábado das 11h30 às 16h | Instagram: @mori.chazeria.

Pedro Oliveira (Vista) | Kinboshi e Shin-Zushi

"Gosto muito desses izakayas, [como o Kinboshi], me apaixonei por esse estilo ainda no saudoso Bueno, do mesmo dono e chef. Muito sabor e carinho em tudo que é feito. Pra mim, o melhor gyutan de São Paulo. [Já o Shin-Zushi] tem técnica, sabor, frescor, grandes ingredientes. Dificilmente você no Brasil, algum lugar com nível de sushi semelhante ao do Japão. E o Shin-Zushi consegue isso com maestria. O omakase [R$ 600] vale muito a pena".

Serviço:

  • Kinboshi: Rua Coronel Oscar Porto, 319 - Paraíso, São Paulo | Segunda à sexta, das 11h30 às 14h30 e das 19h às 23h, sábado das 12h às 15h e das 19h às 23h. Instagram: @kinboshikaraoke.
  • Shin-Zushi: Rua Afonso de Freitas, 169 - Paraíso, São Paulo | Terça à sábado das 11h30 às 14h e das 18h às 22h30 | Instagram: @shinzushioficial.

Giovanni Renê (Braza e La Coppa) | Koya88 e Goya

"Entre todos os japoneses, o Koya88 é o que oferece a proposta mais interessante. O conceito de trazer uma culinária asiática de rua para um ambiente descontraído é realmente admirável. De longe, o meu favorito. Agora, quando se trata de omakase, o trabalho do Uilian Goya, do Goya, se destaca, sendo um dos meus preferidos em São Paulo. A seleção de ingredientes feita por ele é sempre incrível. Minha última experiência com o omakase lá foi surpreendente e encantadora".

Serviço:

  • Koya88: Rua Jesuíno Pascoal, 21 - Vila Buarque, São Paulo | Terça à sábado das 18h às 00h, domingo das 13h às 19h | Instagram: @koya88.
  • Goya: Alameda Franca, 1151 - Jardins, São Paulo | Terça à sábado, das 19h às 23h | Reservas pelo site | Instagram: @goyazushi.

Wanderson Medeiros (Canto do Picuí) | Jun Sakamoto

"Certamente Jun Sakamoto. Em todas as vezes que visitei o local, não importa se o Jun estivesse pessoalmente atendendo ou não, o omakase está sempre excepcional devido à sua simplicidade, com peixes e ouriços de qualidade superior."

Serviço: R. Lisboa, 55 - Pinheiros, São Paulo | Terça à sábado das 19:00 às 23:00 | @restaurante_junsakamoto

Publicidade

Hyssa Abrahim (Varal Bar) | Hamatyo

"O ambiente tranquilo do Hamatyo consegue me transportar para bem longe de São Paulo e me fazer sentir presente no momento de apreciar a gastronomia japonesa. A esfera do local, tocado pelos fundadores do restaurante, vem acompanhada de muita tradição, carinho e cuidado em cada peça servida".

Serviço: Avenida Pedroso de Morais, 393 - Pinheiros, São Paulo | Terça à sábado das 18h30 às 21h30 | Instagram: @sushi_hamatyo.

Mari Sciotti (Quincho) | Nami e Kiyota

"O Nami é um rodízio daqueles que boa parte das pessoas torcem o nariz, mas faz sucesso. Mudaram há algum tempo para Moema, num espaço novo e enorme. O rodízio [R$ 199,90] é super completo, bem feito e bem servido. Tem vieiras, king crab, frutos do mar e afins. Todo o pedido é feito por um tablet na mesa, e o preço está de acordo com o que é abundantemente servido. Para quem curte modelo de rodízio mas quer qualidade, vale muito a pena. Também de Moema, o Kiyota é um restaurante japonês mais tradicional. Eles também trabalham com esquema de rodízio, mas bem dentro do que se espera de restaurantes mais 'raízes'. Não tem tantas frituras, e não é um lugar para comer desenfreadamente, mas sim com qualidade extrema, bom preço e boa entrega. Os horários são mais restritos, mas vale muito a visita".

Serviço:

  • Nami: Av. Aratãs, 765 - Indianópolis | Terça à sábado das 18h às 00h, domingo das 13h às 19h | @sushinamisp
  • Kiyota: Av. dos Imarés, 542 - Moema | Terça à sábado, das 19h às 23h | @kiyotasushibarmoema

 

 

Delícias do Oriente: Conheça a riqueza da culinária asiática Delícias do Oriente: Conheça a riqueza da culinária asiática

Curtiu? Fique por dentro das principais notícias através do nosso ZAP
Inscreva-se