Tire a ideia do papel e crie hoje o site para o seu negócio com até 35% de desconto

Nobel da Paz diz que Facebook prioriza fake news e ódio

“Se você não tem fatos, não pode ter verdades, não pode ter confiança. Se você não tem nada disso, não tem democracia”, disse Maria Ressa.

17 out 2021 07h00
Compartilhar
A bronca com o Facebook agora veio da ganhadora do Nobel
Foto: Pete Linforth / Pixabay

O inferno astral de Mark Zuckerberg parece não ter fim. Após a queda global de suas redes (Facebook, Instagram e Whatsapp) por sete horas e a denúncia de uma ex-executiva ao Congresso norte-americano de que o Facebook é nocivo à democracia, agora o ataque vem justamente da Nobel da Paz, a jornalista filipina Maria Ressa.

Em entrevista à Reuters, Ressa disse textualmente que a maior rede social do mundo “prioriza a disseminação de mentiras misturadas à raiva e ao ódio aos fatos”.

Publicidade

Ela levou o Nobel da Paz junto ao colega jornalista russo Dmitri Muratov e tem lugar de fala porque, segundo o comitê norueguês que a premiou, “expôs o abuso de poder, o uso da violência e o crescente autoritarismo em seu país natal”.

“Se você não tem fatos, não pode ter verdades, não pode ter confiança. Se você não tem nada disso, não tem democracia”, disse Ressa sobre o Facebook.

A rede de Zuckerberg pontuou, em resposta, que “continua investindo para reduzir a visibilidade de conteúdo prejudicial e que acredita ‘na liberdade de imprensa’”.

Homework
Está gostando da notícia? Fique por dentro das principais notícias
Ativar notificações