Monte seu e-commerce e divulgue sua marca no Terra

Abel Ferreira é eleito melhor técnico da América do Sul

O comandante português é o primeiro europeu a vencer a premiação

31 dez 2021 12h05
| atualizado às 12h06
Compartilhar

O treinador Abel Ferreira foi eleito, nesta sexta-feira, o melhor treinador da América do Sul em uma tradicional eleição anual realizada pelo jornal uruguaio El País. O português é o primeiro europeu a vencer a premiação.

Abel Ferreira após título da Libertadores em Montevidéu Cesar Greco/Palmeiras
Abel Ferreira após título da Libertadores em Montevidéu Cesar Greco/Palmeiras
Foto: Cesar Greco / Palmeiras

Para conquistar o título, Abel Ferreira teve de superar a concorrência de outros dois finalistas, sendo estes Marcelo Gallardo, campeão argentino pelo River Plate, e Lionel Scaloni, campeão da Copa América com a seleção da Argentina. O comandante do Palmeiras recebeu a maioria dos votos (36%).



Neste ano, Abel Ferreira conquistou duas edições da Libertadores (2020 e 2021) e uma Copa do Brasil (de 2020). A primeira taça continental, vencida em janeiro contra o Santos, é referente à temporada passada. A segunda foi levantada em novembro ao bater o Flamengo por 2 a 1, na prorrogação, no estádio Centenário, em Montevidéu.



Entre os jogadores, o atacante argentino Julián Álvarez, do River Plate, foi eleito o novo "Rei da América", superando Gabriel, do Flamengo. O prêmio concedido pelo jornal uruguaio contou com a participação de 213 comunicadores e 59 optaram por votar no jovem atacante argentino de 21 anos.



Álvarez recebeu 28% dos votos, à frente de Gabriel, que ficou na segunda posição, com 21%. Mais atrás ficaram o zagueiro paraguaio Gustavo Gómez (14%), do Palmeiras, o atacante Hulk (13%), do Atlético-MG, e o meia uruguaio Giorgian de Arrascaeta (5,5%), do Flamengo.



Na última temporada, Álvarez conquistou o Campeonato Argentino e o Troféu dos Campeões com o River Plate, além da Copa América com a seleção argentina.



O prêmio 'Rei da América' tem como os maiores vencedores Zico, o argentino Carlos Tévez e o chileno Elías Figueroa, com três conquistas cada. Também já foram premiados Pelé, Ronaldinho e Neymar; os argentinos Diego Maradona, Juan Sebastián Verón, Mario Alberto Kempes e Juan Román Riquelme; os colombianos Carlos



Valderrama e Teófilo Gutiérrez; os paraguaios Julio César Romero e José Luis Chilavert; o chileno Marcelo Salas; e os uruguaios Enzo Francescoli e Antonio Alzamendi, entre outros.



O último argentino a levar o prêmio havia sido Pity Martínez, em 2018, enquanto que em 2020 e 2021 foram eleitos Gabriel e Marinho, do Santos, respectivamente.



Esta foi a primeira edição a eleger também a "Rainha da América", prêmio que foi para a lateral-esquerda e meia Tamires, campeã da Copa Libertadores com o Corinthians.

Publicidade

 

Show Player
Fonte: Redação Terra
Fique por dentro das principais notícias de Futebol
Ativar notificações