Monte seu e-commerce e divulgue sua marca no Terra

Hugo salva o Flamengo da derrota contra o Sport e mostra que é o futuro do time na posição

O goleiro foi seguro quando exigido, fez defesas difíceis e não falhou no gol sofrido; além disso, Hugo, que é criticado pela dificuldade na saída de bola, não errou um passe sequer

4 dez 2021 08h15
| atualizado às 08h15
Compartilhar

Mais uma vez, Hugo Souza mostrou que é o futuro do Flamengo no gol. O arqueiro demonstrou isso com uma atuação de destaque no empate do Fla com o Sport em 1 a 1, pela 35ª rodada do Brasileirão, na Arena Pernambuco, na última sexta-feira. Inclusive, ele foi o responsável por evitar a derrota do Rubro-Negro Carioca fora de casa.

Hugo é cria do Ninho (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)
Foto: Lance!

Dentro de campo, conforme dados do site "FootStats", Hugo realizou, pelo menos, cinco defesas - e algumas chamaram a atenção. A primeira aconteceu logo aos seis minutos da etapa inicial. Após uma falha de Thiago Maia dentro da área, Mikael alçou a bola para Hernanes, que, com o gol vazio, acertou um chute forte. No entanto, Hugo se recuperou no lance e voou para fazer uma grande defesa com apenas uma das mãos.

Publicidade

A outra que é importante destacar ocorreu no segundo tempo. Por volta dos 28 minutos, quando a partida já estava empatada, Everton Felipe descolou um cruzamento na medida para para Mikael, que cabeceou firme, mas Hugo, novamente, fez uma defesaça. Fora essas, o arqueiro foi seguro em todas os lances em que foi exigido e não teve culpa no gol sofrido.

Vale lembrar que, depois de se destacar há um ano atrás, Hugo se envolveu em notícias extracampo e passou a ser a terceira opção no gol do Flamengo. No entanto, recentemente, ele voltou a ganhar espaço e, com a ausência de Diego Alves, tem sido o reserva imediato. Ao fim do jogo contra o Sport, Hugo admitiu que teve falhas tanto dentro quanto fora dos gramados e destacou o trabalho mental que tem feito.

- A trajetória de qualquer jogador é de altos e baixos. Tive falhas dentro e fora de campo, mas trabalhei, continuo trabalhando e quero ajudar o Flamengo. Pra isso tenho que estar bem física e mentalmente. Vou continuar trabalhando pra ter essa oportunidade - afirmou Hugo Souza, ao Premiere, antes de completar:

- Eu reavaliei muita coisa. Precisei repensar muita coisa. Extracampo e dentro de campo. Trabalhei meu mental com meu pastor, que é meu amigo, e agradeço as pessoas que me ajudaram, minha mãe, minha irmão, e ao Flamengo. Se eu não tiver bem aqui (cabeça), não vou estar bem aqui (no gol).

Publicidade

Além de questões extracampo, as quais o jogador não tem mais se envolvido, Hugo era criticado pela saída de bola com os pés. Contudo, diante do Sport, conforme dados do "FootStats", ele acertou os 25 que tentou - aproveitamento de 100%.

Hoje, a titularidade pertence a Diego Alves, que tem a renovação de contrato encaminhada com o Rubro-Negro. Entretanto, quando ele se aposentar - ou deixar o clube -, o Flamengo não precisará se preocupar em ir ao mercado já que o futuro está na Gávea.

Show Player
Fique por dentro das principais notícias de Futebol
Ativar notificações