Sem Cássio, Corinthians corre risco de perder Carlos Miguel

Novo titular do Timão tem contrato até o fim de 2025

18 mai 2024 - 09h25

O Corinthians oficializou a rescisão contratual com Cássio, mas pode perder Carlos Miguel, novo titular da meta corintiana.

Foto: Lance!

Carlos Miguel acertou sua renovação contratual com o Corinthians no início da temporada, estendendo o vínculo com o Timão até dezembro de 2025. No entanto, o acordo foi assinado quando ele reserva de Cássio, e sua multa é de 5 milhões de euros (cerca de R$ 27,7 milhões), considerada baixa tanto para o mercado nacional quanto internacional.

Publicidade

O Corinthians ainda não procurou Carlos Miguel para tratar de uma valorização salarial e aumentar a multa rescisória do atleta, e o Timão pode ter problemas na próxima janela de transferências, dependendo do desejo do atleta em seguir ou não no clube.

Na temporada passada, Carlos Miguel recebeu sondagens de equipes europeias, mas nenhum clube chegou a apresentar uma proposta oficial ao Corinthians.

Contratado em agosto de 2021, Carlos Miguel ganhou sua primeira oportunidade com o técnico Vítor Pereira, mas desde a temporada passada desbancou Matheus Donelli, tornando-se o reserva imediato na meta alvinegra. Com o mau momento de Cássio em 2024, o camisa 22 se firmou como titular no clube.

Fique por dentro das principais notícias de Futebol
Ativar notificações