Tire a ideia do papel e crie hoje o site para o seu negócio com até 35% de desconto

Corinthians recorre de processo de Boselli na Fifa e aguarda resposta

Decisão da Câmara de Resoluções de Disputas da entidade não é a última instância do processo e ainda há recursos para o Timão se defender. Disputa deve levar alguns meses

20 out 2021 08h04
| atualizado às 08h04
Compartilhar

Os torcedores do Corinthians ficaram preocupados com a notícia de que o clube teria apenas 45 dias para pagar R$ 6,5 milhões a Boselli por conta de salários devidos ao atacante. No entanto, a decisão da Câmara de Resoluções de Disputas da Fifa é apenas um dos estágios do processo, do qual o clube já recorreu no TAS (Tribunal Arbitral do Esporte) e aguarda resposta.

Boselli foi até a Fifa para receber salários atrasados de sua passagem pelo Timão (Foto: Rodrigo Coca/Ag. Corinthians)
Foto: Lance!

TABELA

Publicidade

GALERIA

Segundo informação divulgada pela ESPN e confirmada pelo LANCE! na última segunda-feira, o órgão da Fifa deu ganho de causa ao jogador argentino, que buscou o tribunal da entidade para receber 1,176 milhão de dólares (mais de R$ 6,5 milhões na cotação atual) em salários que não foram pagos pelo Timão.

No entanto, a demanda de Boselli foi acatada pela Câmara de Resoluções de Disputas da Fifa de forma parcial, ou seja, ainda há estágios a serem cumpridos, sendo um deles a chance de o réu, que no caso é o Corinthians, recorrer. De acordo com uma fonte ouvida pela reportagem, o clube já fez isso junto ao tribunal competente, o TAS, e aguarda a resposta da entidade.

Sendo assim, as punições decorrentes do processo, caso o Timão não pague o valor devido em até 45 dias, valerão apenas a partir do momento em que não houver mais recursos para o clube. Aí sim, com as possibilidades esgotadas, o Alvinegro pode ser impedido de contratar por até três janelas de transferências se não cumprir com a decisão da Fifa em relação às demandas de Boselli.

Publicidade

O processo ainda deve levar alguns meses para ter um desfecho, mas já tem sido tratado com a devida atenção pela dirigentes corintianos. Se essa demora se confirmar, uma possível punição em caso de inadimplência não afetaria a janela de janeiro de 2022, e o clube poderia registrar jogadores sem restrições.

Boselli defendeu o Timão em duas temporadas, deixando o Alvinegro em dezembro de 2020, quando não teve seu contrato renovado já por conta da política de redução da folha salarial. Foram 72 jogos do argentino com a camisa alvinegra e 17 gols marcados. O atacante conquistou o título do Paulistão-2019.

Show Player
Fique por dentro das principais notícias de Futebol
Ativar notificações