PUBLICIDADE
URGENTE
Saiba como doar qualquer valor para o PIX oficial do Rio Grande do Sul

Opinião: sindicato não explica crítica ao charme no Domingão

Sindicato dos Profissionais de Dança do Estado do Rio de Janeiro enviou carta ao Domingão do Hulk contra apresentação

25 mar 2024 - 08h52
Compartilhar
Exibir comentários
Resumo
Estreia da Dança dos Famosos, no Domingão do Hulk, teria descaracterizado a dança charme, um patrimônio cultural das comunidades cariocas, que existe desde os anos 80. A crítica enviada ao programa pelo Sindicato não explica quais teriam sido os erros das apresentações. Se Luciano Hulk está mesmo prestando um desserviço cultural, a crítica ainda precisa ser feita, com clareza, não só para marcar posição, mas para explicar aos interessados, pedagogicamente, o que deveria ter sido evitado, e o que deveria ser feito.
Participantes da Dança dos Famosos caracterizados para dançar charme na estreia do quadro. Domingão com Hulk teria descaracterizado a dança
Participantes da Dança dos Famosos caracterizados para dançar charme na estreia do quadro. Domingão com Hulk teria descaracterizado a dança
Foto: Divulgação

O quadro Dança dos Famosos, do Domingão com Hulk, estreou com Baile de Charme, dança que é patrimônio cultural imaterial carioca. O Sindicato dos Profissionais de Dança do Estado do Rio de Janeiro não gostou das apresentações e enviou carta ao apresentador e à diretora do programa. Burburinho na imprensa, mas a reclamação não explica o que teria descaracterizado o estilo.

É só ler a carta, assinada por representantes relevantes do charme. No trecho destacado em negrito no documento, onde se apontam as distorções, somente são citados eventuais deslizes, mas falta explicar, ou explicitar, o que houve de errado.

A carta diz que “o figurino utilizado não representa a comunidade charmeira, a movimentação não possuía a linguagem da dança charme, tão pouco a música do grande artista Buchecha representa o charme”.

O figurino não representa a comunidade charmeira? Por quais motivos? O que tem de errado no figurino? A cor, o modelo, o tecido? O que deveria ter para, então, representar corretamente o charme?

A “movimentação não possuía a linguagem da dança charme”? E por que não possuía? O que descaracterizava o charme? Como deveria ter sido?

A música de Buchecha não representa o estilo? Qual o estilo de Buchecha e por que não é charme? Sei lá se é, pouco conheço da carreira do artista, e justamente por isso gostaria de ter encontrado uma explicação, só uma, na carta do Sindicato.

 São perguntas muito simples. Mas o pior não é ler a crítica sem fundamento, mesmo elencando fatos históricos que não explicam os eventuais erros da Dança dos Famosos.

O pior é pensar que, se Luciano Huck está desvirtuando uma importante manifestação cultural, o Sindicato que representa os dançarinos não é capaz de apontar claramente o problema.

Quem seria capaz, então? Os dançarinos de charme que não fazem parte de sindicato algum? Luciano Huck está incólume, sorrisão intacto, milionário, pagando faculdade pro filho nos Estados Unidos, quase R$ 300 mil só de taxas.

E segue o baile.

Fonte: Visão do Corre
Compartilhar
Publicidade
Publicidade