PUBLICIDADE

Moradores fazem de viela um cinema em Guarulhos

Com direito a refri e pipoca, cinema foi organizado com ajuda comunitária para promover lazer às crianças do bairro Tupinambá, na região do Pimentas

19 mai 2023 - 15h01
(atualizado em 22/5/2023 às 15h03)
Compartilhar
Exibir comentários

Conhecida como "Viela do 15", a Viela do Machado era utilizada como ponto de descarte irregular de lixo na região do Pimentas, em Guarulhos, na Grande São Paulo. Incomodados com a situação, moradores se uniram para realizar a limpeza do local. No entanto, "ainda estava faltando alguma coisa", conta o líder comunitário Lucas Felipe, 26.

Para ele e para os residentes, o que faltava era ocupar de forma mais significativa a via, e fazer dela um lugar para o bem-estar da comunidade. Foi assim que surgiu o Cine na Viela.

A ideia foi criar um ambiente de cinema para jovens e crianças do bairro Tupinambá. A proposta foi abraçada pela comunidade que tirou o plano do papel. "Sem a parceria dos moradores o evento não estaria acontecendo", diz Graziele da Silva, 27, uma das organizadoras.

Lucas Felipe é um dos organizadores. Evento conta com refrigerantes e pipocas @Léu Britto/Agência Mural
Lucas Felipe é um dos organizadores. Evento conta com refrigerantes e pipocas @Léu Britto/Agência Mural
Foto: Agência Mural

Lucas Felipe, por exemplo, emprestou o projetor, telão e notebook. Taty, vizinha de Lucas, trouxe uma caixa de som. Outro morador cedeu para o evento uma pipoqueira. Cadeiras foram emprestadas pela associação de moradores da região. Copos e refrigerantes foram doados por outros residentes e, por vezes, até pelos comerciantes locais.

"A gente foi comprar copos na adega e o comerciante negou nosso pagamento. Ele disse 'não, isso é na minha conta. É para ajudar o projeto, é para dar para as crianças'", relembra Graziele.

Tirar do celular

Danilo José, 37, é morador da região e se considera um "faz tudo" do projeto. "Limpeza, montagem, máquina de pipoca. O que precisar eu estou disponível", conta. Apesar de todo o trabalho para construir o evento, para ele, a sensação que fica ao ver as crianças assistindo é de gratificação.

"Para a comunidade, culturalmente, é bom porque muitas crianças não têm TV. Tem criança que está na rua e podia estar fazendo outra coisa", diz Danilo. O envolvimento dele com o projeto vai além da ajuda, pois ele também leva a filha, Bruna Gabrielly, 8, para assistir as produções.

"Ela gosta demais e fica sempre perguntando quando vai ter de novo", diz Danilo, que ressalta que é um jeito de tirar as crianças do celular, fora a integração com os vizinhos. "Você vê pessoas que você nunca cumprimentou ou não conversa ali, ajudando junto contigo no evento", completa Graziele.

Crianças são o principal público do Cine na Viela @Léu Britto/Agência Mural
Crianças são o principal público do Cine na Viela @Léu Britto/Agência Mural
Foto: Agência Mural

A opção de lazer tem ajudado os pais que tem dificuldade para levar os filhos para parques mais distantes e para as crianças que não viram ainda uma sala de cinema grande. O Pimentas é a região mais populosa de Guarulhos com mais de 156 mil habitantes. Por lá há poucos espaços de cultura, como os presentes em um CEU (Centro de Educação Unificado).

A maior parte do público tem entre três e sete anos, mas também adolescentes, adultos e idosos são frequentadores. São 100 cadeiras para o público. "É uma opção de lazer para a criançada, mas até para nós mesmos que somos adultos a gente se diverte", brinca Karine Valeria, 28, que cresceu no bairro.

Ela também ajuda na organização do projeto e, assim como Danilo, leva a filha.

"A gente não teve nada disso na nossa infância, então, o que temos agora na comunidade eu estou tentando aproveitar o máximo para que minha filha participe"

Karine Valeria, moradora do Pimentas

A filha de Valeria, Maria Helena, 7, diz que adora participar. "Amei o Cine, conheci várias crianças novas. O que mais gostei do evento foi o filme, mas também gosto porque tem pipoca, refri e amigos", diz Maria Helena, 7.

Até o momento, foram realizadas na viela 4 sessões de cinema. De todos os filmes, o preferido de Maria foi "Encanto", animação da Disney sobre a magia de uma família colombiana, protagonizado pela menina Mirabel, que está em busca de saber quais são seus poderes. "Tem muita música, muito desenho é muito legal pra mim", descreve a criança.

De acordo com Lucas, a ideia do projeto é transmitir produções cinematográficas com protagonistas negros para que, ao assistirem, as crianças e jovens possam também se enxergar como protagonistas.

Colaboração

O Cine é realizado próximo de um bar que promove festas de quinta-feira até o domingo com som alto. Isso foi motivo de preocupação para os organizadores, pois o som poderia atrapalhar o evento, que ocorre aos fins de semana.

No entanto, durante o projeto, houve cooperação por parte do comércio. "A galera respeitou, ninguém ligou paredão e a gente não teve que pedir 'pô, tem como você dar uma baixadinha porque tá rolando atividade ali com as crianças'. A gente não teve esse problema", menciona Lucas.

Espaço foi revitalizado pelos moradores @Léu Britto/Agência Mural
Espaço foi revitalizado pelos moradores @Léu Britto/Agência Mural
Foto: Agência Mural

O projeto também trabalha simples noções educativas para as crianças, com "combinados" para preservar a limpeza do ambiente.

"Nós falamos: 'vocês vão receber um copo com refrigerante, não joguem esse copo fora. Quem jogar o copo fora não vai ganhar mais refrigerante. Lixo é no lixo, não pode jogar lixo no chão e não é só aqui no cinema, mas em todo outro lugar'", explica Lucas,

Expansão do Cine

O evento, que geralmente é realizado em um fim de semana por mês, já chamou a atenção de outras pessoas fora da região do Tupinambá.

Evento reúne cerca de 100 pessoas na viela Evento reúne cerca de 100 pessoas na viela Evento reúne cerca de 100 pessoas na viela

O foco é se manter no mesmo lugar que o projeto se iniciou, no entanto, eles enxergam necessidade em expandir, alcançando outras crianças em condição de vulnerabilidade e que não têm fácil acesso a filmes."Vamos levar pelo menos um dia para outros lugares", planeja Lucas.

Nesta sexta-feira (13), véspera do Dia das Mães, a sessão será realizada na Viela do 15. Em 27 de maio, o plano é transmitir um filme na Rua Santiago, número 350, no Sítio São Francisco. Nos dias 10 e 11 de junho, o Cine na Viela retoma para a Viela do 15.

Agência Mural
Compartilhar
Publicidade
Publicidade