PUBLICIDADE

Artistas periféricos fazem sucesso com versões de Elvis Presley

Programação das Fábricas de Cultura deu uma grande oportunidade para artistas da periferia de São Paulo e São Bernardo

30 ago 2022 - 16h12
(atualizado às 22h38)
Compartilhar
Exibir comentários
Foto: Divulgação / The Music Journal

A programação das Fábricas de Cultura deu uma grande oportunidade para artistas da periferia de São Paulo e São Bernardo criarem suas releituras sobre os clássicos de Elvis Presley. Toda essa obra já se encontra disponível no YouTube.

A canção Blue Sued Shoes por exemplo, um grande sucesso de 1955, dificilmente seria composta da mesma maneira hoje em dia, uma vez que os sapatos de camurça azul não estão mais na moda há muitos anos, mas pensando nisso o artista de Cidade Tiradentes, zona leste de São Paulo, ÉOSTDF, de 28 anos, compôs só não pisa no meu 12 molas, tênis cobiçado pela juventude de hoje em dia.

Já o artista Felipe Botelho (47 anos) manteve a famosa letra Always on My Mind com uma batida eletrônica que nos faz lembrar uma mistura de Elvis com o rapper internacional Drake. O soul torna a empolgante Hound Dog em uma doce canção pelos vocais dos artistas Julio Olivieri e Pedro, de 17,

O funk entra em cena com uma versão de Suspicion falando de uma mina que chama a atenção no baile funk pela voz de MC Keven, estudante de 18 anos. Já It s Now or Never parece ter sido inventada pelos Black Eyed Peas mas a voz é da artista Estela Soares, de 15 anos.

Ritmo que tem cada vez dominado a parada de sucessos no Brasil, o Piseiro aparece em uma versão da romântica Unchained Melody que virou My Love na voz de Genival Amoroso (42). Parte do repertório gospel do Rei do Rock, Amazing Grace, ganha uma versão alegre com uma batida moderna na voz da cantora Andreia Viana.

Todas as músicas foram gravadas nos estúdios das Fábricas de Cultura da Zona Leste e São Bernardo do Campo e foram produzidas pelos "maestros" técnicos de som dos estúdios. As imagens usadas para ilustrar as músicas nos links do YouTube são parte de um projeto onde grafiteiros locais usaram seus sprays para levar as telas os carros da extensa coleção de Elvis Presley.

No mês de agosto, o legado de Elvis foi lembrado e reverenciado nas Fábricas de Cultura de São Paulo com uma programação diversa e gratuita.

Confira os registros:

 
The Music Journal The Music Journal Brazil
Compartilhar
Publicidade
Publicidade