PUBLICIDADE

Páscoa: descubra se veganos e veganas comem chocolate

Precisamos desconstruir a visão que temos do veganismo. Os veganos(as) não comem só alface, embora seja um alimento ótimo.

29 mar 2023 - 05h00
(atualizado às 12h04)
Compartilhar
Exibir comentários
Foto: CanvaPro

O chocolate, além de ser um símbolo da Páscoa, é considerado um dos doces mais consumidos no mundo todo, seu surgimento tem raízes nas regiões tropicais da América Central e do Sul, locais onde há grande abundância da Amêndoa (cacau). No entanto, o surgimento do chocolate, como conhecemos hoje, iniciou na Espanha e na França, no século XVI.

O colonizador do México, Fernando Cortez, ficou surpreso ao se deparar com o líquido preto e amargo produzido com cacau, que era consumido por indígenas da região, e decidiu levá-lo para a Europa. Assim, iniciou-se as investidas em transformar as potencialidades do cacau em um produto (chocolate). 

Os chocolates produzidos eram inicialmente feitos somente com açúcar e cacau. Somente no final do século XIX, mais especificamente em 1875, que o leite vai ser introduzido à produção de chocolate.

O chocolateiro Daniel Peter se inspirou em seu colega, o químico Henri Nestlé, que inventou o leite condensado, e decidiu incluir o leite na produção de chocolate. Ou seja, o chocolate foi produzido por três séculos sem leite, e hoje temos a crença de que os veganos não podem consumir esse produto, só porque não consumimos nada de origem animal (no caso o leite de vaca).

Isso demonstra o quanto a nossa sociedade está completamente dependente de produtos de origem animal e não consegue imaginar um produto sem derivados animais. Infelizmente, o uso de animais na alimentação é muito comum, e isso faz com que achamos que determinados alimentos só podem ser produzidos com leite, ovos, carne, mel, entre outros.

É super normal associarmos veganismo com uma alimentação baseada em alface, e imaginar que veganos não consomem absolutamente nenhum preparo específico, como chocolates, bolos, tortas e outros. Para quem já se tornou vegano e conhece as possibilidades e a infinidade de coisas que podem ser preparadas, pode parecer um papo cansativo, mas para a esmagadora maioria, é um assunto muito novo.

Veganos e veganas comem praticamente de tudo, e boa parte dos preparos mais elaborados, receitas específicas e até mesmo produtos industrializados que encontramos em supermercado são aptos para veganos, e o chocolate é um bom exemplo.

Ser vegano não significa abolir o consumo de produtos e receitas tradicionais, significa consumir esses mesmos produtos sem nada de origem animal, sem derivados.

É óbvio que a indústria, por estar adaptada à produção de um determinado produto, tende a baratear produtos com leite e encarecer produtos que são aptos aos veganos. Sem contar que a indústria enxerga o veganismo como um nicho de mercado e, por isso, encarecem ainda mais.

A razão pela qual veganos e veganas não consomem leite é puramente ética. O leite produzido por vacas que levam uma vida desumana e inimaginável na indústria leiteira é para alimentar bezerros e não seres humanos.

O leite da vaca é produzido para o bezerro
O leite da vaca é produzido para o bezerro
Foto: CanvaPro

Mesmo que não fosse possível consumir chocolate sem leite, milhares de pessoas não consumiria, por razões óbvias, porém, é muito possível fazer chocolates incríveis sem leite de vaca, pois sua base é de maneira geral cacau e açúcar. Os chocolates industrializados carregam conservantes, estabilizantes entre outros, mas a maioria não é de origem animal. Tirar o leite do chocolate não o torna melhor ou pior, até porque sempre foi sem leite.

E uma coisa é fato: veganos e veganas comem muito chocolate. Temos que desconstruir a ideia de perguntar se veganos ‘podem’ comer tal coisa, na verdade, por se tratar de uma escolha e não uma imposição ou restrição, escolhemos não consumir a maioria dos chocolates, pois são repletos de crueldade animal e não compactuamos com isso. Podemos consumir qualquer coisa, mas não queremos por uma decisão ética e de justiça com os animais.

Atualmente, é muito comum encontrar ovos de páscoa feitos sem leite e com um sabor incrível, até mesmo sem ser amargo. Diversas técnicas utilizadas na preparação deixam o gosto muito suave e saboroso. Se você é um leitor curioso, experimente um ovo de páscoa não convencional não apenas nesta Páscoa, mas ao longo da sua caminhada, você vai se surpreender. 

Vegano Periférico Leonardo e Eduardo dos Santos são irmãos gêmeos, nascidos e criados na periferia de Campinas, interior de São Paulo. São midiativistas da Vegano Periférico, um movimento e coletivo que começou como uma conta do Instagram em outubro de 2017. Atuam pelos direitos humanos e direitos animais por meio da luta inclusiva e acessível, e nos seus canais de comunicação abordam temas como autonomia alimentar, reforma agrária, justiça social e meio ambiente.
Compartilhar
Publicidade
Publicidade