PUBLICIDADE

Parar de comer carne: descubra possibilidades para começar

Há muita resistência e dificuldades em parar de consumir produtos de origem animal, principalmente a carne. Descubra caminhos.

25 set 2023 - 15h02
(atualizado às 15h03)
Compartilhar
Exibir comentários

Existem inúmeros argumentos para abandonar o consumo de carne, mas essa certamente não é uma tarefa fácil, por conta de todo peso que a carne tem na nossa cultura. A primeira coisa que eu sempre indico para quem quer parar de consumir carne, é algo que considero fundamental para qualquer mudança de hábito: informação.

Se você estiver devidamente motivado, consciente da sua decisão e realmente disposto, o processo prático será muito mais fácil. Por exemplo, você pode começar a ler sobre os impactos do consumo de carne na vida dos animais, na saúde humana, os impactos ambientais, como gases do efeito estufa, desmatamento e crise hídrica.

Assista documentários que vão mostrar os bastidores da indústria da carne, que expõem a realidade dos animais em abatedouros, todo sofrimento envolvido para a produção de produtos de origem animal.

Indicamos o Terráqueo e Dominion, são dois documentários fundamentais para ver e sentir o que os animais passam longe dos nossos olhos. A mídia tradicional não está preocupada em mostrar isso, os abatedouros são lugares fechados a sete chaves, são ambientes que cheiram sangue e dor, e ninguém quer mostrar essa dura realidade.

Então, se informe de maneira profunda sobre o assunto, é importante que sua decisão esteja bem embasada. Além disso, leia, se possível, opiniões contrárias, que indicam o consumo de carne, observe seus argumentos, se fazem sentido. Tudo isso vai te dar maturidade e tornar sua transição muito mais sólida.

Foto: CanvaPro

Agora, supondo que você já tenha visto os documentários, lido sobre os impactos do consumo de carne, já se sente motivado e bem informado, vamos para a prática. Deixaremos algumas dicas práticas para você tirar completamente a carne das suas refeições.

O ideal mesmo é começar tirando a carne gradualmente, não se precipite, não se cobre em momento algum. Uma boa ideia, é se propor a um desafio curto, um desafio que seja divertido e sem cobrança. Por exemplo, você pode adotar a segunda sem carne, é algo bastante positivo.

Mas você pode ir além, adotar a segunda, a terça e a quarta sem nenhum tipo de carne (inclui peixe e frango), e colocar no lugar alguma mistura de origem vegetal. Você pode aproveitar esse momento para aprender a preparar hambúrguer de lentilha, ervilha, grão-de-bico que são preparos fáceis de fazer e dá para deixar congelado para ir consumindo ao longo da semana.

O tempo que você levaria para ir ao açougue, limpar a carne, temperar, você usa para fazer preparos com misturas vegetais, que, aliás, são mais baratos, saudáveis e que certamente vão te deixar mais animado.

Não fique comentando o tempo todo que você está deixando de comer carne. Infelizmente, as pessoas não nos estimulam em novos hábitos, elas sempre vão colocar para baixo e tentar te convencer de que não é a escolha certa. Porém, jamais se afaste dessas pessoas, como seus amigos e familiares.

Se informe, aprenda novos preparos, comece aos poucos e nunca se culpe. Se o objetivo é se livrar de produtos de origem animal, para começar é mais simples do que você imagina.

Vegano Periférico Leonardo e Eduardo dos Santos são irmãos gêmeos, nascidos e criados na periferia de Campinas, interior de São Paulo. São midiativistas da Vegano Periférico, um movimento e coletivo que começou como uma conta do Instagram em outubro de 2017. Atuam pelos direitos humanos e direitos animais por meio da luta inclusiva e acessível, e nos seus canais de comunicação abordam temas como autonomia alimentar, reforma agrária, justiça social e meio ambiente.
Compartilhar
Publicidade
Publicidade