PUBLICIDADE

Descubra: o que não dar de presente para um vegano

Aqui vamos esclarecer o que não dar de presente para uma vegana ou vegano, e acredito que você vá aprender mais do que só sobre produtos.

19 dez 2023 - 12h22
(atualizado às 18h44)
Compartilhar
Exibir comentários
Foto: CanvaPro

Dar presentes sempre é uma questão, até porque nunca sabemos se estamos fazendo a escolha certa e muito menos se vamos atingir a expectativa das pessoas na qual estamos presenteando.

Mas presentear pessoas que tem um estilo de vida, do qual evita utilizar diversos materiais e produtos tão presentes em nossa cultura, acaba parecendo um pouco mais complicado. 

Por isso, vamos colocar aqui o que você deve pensar ao escolher um presente, pensando em um vegano ou uma vegana. Para começar, precisamos entender quais são as motivações de uma pessoa vegana.

A primeira coisa a se pensar é sobre a questão animal. Assim que pensar em presentear alguém vegano, o ideal é pensar sobre os produtos que não contenham ingredientes de origem animal, que não são testados em animais, e que não tenham materiais de origem animal.

Se atente às especificações, materiais e formas de produção. Vamos te explicar e mostrar que não é tão complicado como parece.

Ao escolher um presente que não tenha envolvimento com a exploração de animais é importante não ter preguiça de pesquisar, se informar, e saber exatamente as características daquele produto.

Porque, na nossa sociedade, infelizmente é muito comum utilizar animais não humanos para diversos fins, seja ele estético ou não.

Usamos animais deliberadamente para nos proporcionar prazer, conforto e facilidades sem um pingo de compaixão e respeito.

A dificuldade em presentear alguém que não usa nada de origem animal, consiste justamente no fato de nossa sociedade depender dos animais para tudo.

Mas com um pouco de pesquisa e boa vontade, você vai encontrar uma série de produtos veganos, e vai fazer o seu amigo, companheira, ou quem for muito feliz e contemplada. 

Roupas, carteiras, e sapatos feitos com pele de animais: 

Pensou em dar um tênis, sapato, uma bolsa ou uma carteira para um vegano? Se atente ao material.

Não precisa ser nenhum material específico e exótico, ou produzido de forma artesanal, claro que não tem problema se for, mas não é nada disso. E também não precisa ser um produto de uma feira hippie ou feito a mão, por exemplo.

Pode ser até de uma loja de luxo em um shopping, ou até mesmo aquelas do centro da cidade. O que você vai ter que se atentar é se o material daquele objeto não é de couro animal. ''Mas como saberei?''

Geralmente vem escrito na caixa. Caso não esteja especificado, pergunte ao atendente. Mas, se ele também não souber informar, pesquise o nome do modelo no Google, e leia a descrição do produto em alguma loja online.

Atualmente, o couro sintético e o algodão estão dominando a cena, então não vai ser tão difícil assim. Objetos com couro de animais estão fora de cogitação.

Produtos de beleza testados em animais: 

Por exemplo, se você vai dar cosméticos para uma pessoa vegana, saiba que, boa parte dos produtos de beleza são testados em animais, ou tem ingredientes de animais na composição.

E o problema não é uma pessoa não querer utilizar produtos testados em animais, mas grandes corporações testar substâncias em peles, olhos e órgãos de outras espécies para produzir novas cores, fragrâncias, entre outras coisas.

Geralmente marcas que não realizam testes, vem com um selo representado por um coelho, com a informação: ''não testado em animais''. É só virar a embalagem e ler o rótulo.

Observe atentamente a descrição da fórmula, e se contém algum ingrediente de origem animal. ''Ah, mas como vou saber?'' Vamos deixar alguns dos mais comuns aqui e para você se basear:

Cochonilha, carmim ou vermelho natural 4

Colágeno e elastina

Lanolina

Placenta

Ácido esteárico

Estradiol

Queratina

Leite

Cera de abelha, geleia real, mel, pólen e própolis

Glicerina, glicerol (glycerine, glycerol)

Produtos testados em animais, ou que contenham ingredientes de origem animal estão fora de cogitação.

Animais de estimação: 

Animais não são produtos, portanto, não são presentes. Dar um animal para qualquer pessoa, emprega ao animal um status de coisa, de objeto.

Portanto, não é recomendado dar pets para ninguém. Muito menos para um vegano ou vegana. Que para além da alimentação, se opõe veementemente a reprodução e comercialização de animais em cativeiros para fins comerciais, seja lá qual espécie for.

Alimentos e produtos que contenham ingredientes de origem animal:

Veganos não consomem carnes, leite, ovos, mel e derivados por uma questão ética e prática. Portanto, ao comprar um alimento ou produto para dar de presente, se ligue nos detalhes. Pergunte, se informe.

Boa parte das sobremesas, doces e chocolates contém produtos de origem animal. Mas hoje, em diversos lugares é possível encontrar alternativas a esses preparos, inclusive em estabelecimentos tradicionais.

Panetone, chocotone, amendoim, geleias, espumante, suco de uva, chocolates, bolachas, cookies, doce de leite, pão de melado, brownies, bolos. Tudo isso é possível fazer, e encontrar na versão sem leite e ovos. 

Pega a visão: 

Se você demonstrar que sabe o que está dando para a pessoa, ela vai se sentir super respeitada e amada. 

Lembre-se, que para além de estar presenteando alguém, não comprar produtos que tenham alguma relação com a exploração de animais, é uma atitude ética e vai muito além de um presente.

Isso não te fará uma pessoa melhor, e muito menos superior às demais. No entanto, ter uma vegana ou um vegano próximo para presentear é uma forma de se abrir para novas possibilidades, e descobrir que existe um mundo imenso para além do que conhecemos.

Vegano Periférico Leonardo e Eduardo dos Santos são irmãos gêmeos, nascidos e criados na periferia de Campinas, interior de São Paulo. São midiativistas da Vegano Periférico, um movimento e coletivo que começou como uma conta do Instagram em outubro de 2017. Atuam pelos direitos humanos e direitos animais por meio da luta inclusiva e acessível, e nos seus canais de comunicação abordam temas como autonomia alimentar, reforma agrária, justiça social e meio ambiente.
Compartilhar
Publicidade
Publicidade