PUBLICIDADE
URGENTE
Saiba como doar qualquer valor para o PIX oficial do Rio Grande do Sul

Conheça empreendedora que empodera mulheres de favelas do RJ

Segundo Sebrae, empreendedorismo feminino cresceu 9% no estado. Marah Silva é uma das protagonistas desse crescimento

19 mar 2024 - 05h00
(atualizado em 21/3/2024 às 09h54)
Compartilhar
Exibir comentários
Resumo
A empreendedora baiana Marah Silva, de 51 anos, é uma das protagonistas do crescimento de 9% de novos negócios criados por mulheres no Rio de Janeiro, de acordo com o Sebrae. Ela mantém um ateliê chamado Cretismo e realiza aulas no projeto Baobá, com jovens da periferia de NIterói. Seu trabalho como figurinista vem ganhando cada vez mais reconhecimento.
Marah Silva está criando uma coleção de moda com mulheres periféricas de Niterói, para onde se desloca duas vezes por semana
Marah Silva está criando uma coleção de moda com mulheres periféricas de Niterói, para onde se desloca duas vezes por semana
Foto: Divulgação

Zé Pelintra acorda Marah Silva todo dia, alguns minutos antes das sete da manhã, quando o despertador toca. Ele é um dos três gatos da empreendedora, estilista, figurinista, consultora e professora. Com 51 anos, suas atividades ajudam a explicar o crescimento de 9% de novos negócios criados por mulheres no Rio de Janeiro, segundo o Sebrae.

Trabalhando desde os 14 anos de idade, a baiana nascida em Salvador mora no centro da capital fluminense, onde mantém o ateliê Cretismo. Sua rotina é acordar cedo e dormir tarde. “Eu sou uma mulher preta, meu amor. Para eu chegar aonde eu cheguei, tive que fazer muita coisa, por isso tenho muitos tentáculos”, brinca.

Ela é criadora da apostila Empreender para Existir, usada em Niterói no projeto que está criando uma coleção de moda com reuso de calças jeans. Toda segunda e terça, jovens e mulheres da periferia aprendem com Mariah Silva.

Em seu ateliê, trabalham mais mulheres de comunidades cariocas – uma, por exemplo, tem quatro filhos, outra é recém-casada. Elas ajudam a fazer do Rio de Janeiro o estado com maior percentual de mulheres donas de negócios do país, segundo o Sebrae. São 2,5 milhões de empreendedores, com 38% de iniciativas femininas.

Rotina de correria, com pausas

Depois que é acordada pelo gato Zé Pelintra, Marah Silva toma várias providências. Vai ao banheiro com o celular, passando instruções para o dia de trabalho no ateliê; dá comida e água aos gatos; faz café e serve os pretos-velhos, sem esquecer de bater cabeça; molha as plantas; varre a casa; faz 40 minutos de exercício.

Virginiana, o trabalho meticuloso como figurinista de cinema e teatro tem rendido reconhecimento a Marah Silva
Virginiana, o trabalho meticuloso como figurinista de cinema e teatro tem rendido reconhecimento a Marah Silva
Foto: Divulgação

“Para estar gostosa como eu estou e ter energia, tem que ter disciplina”. Então toma banho e espera a campainha tocar, com as primeiras funcionárias chegando, por volta de 9 horas da manhã. Marah Silva distribui o serviço e vai para o escritório.

Ali recebe e faz ligações, organiza pedidos, conversa com clientes. A rotina intensa vai até 11h30, quando a organizada virginiana vai fazer almoço para ela e as quatro funcionárias. “Eu gosto de fazer nossa comida. Tenho pânico de extrato de tomate, caldo de carne”, explica, esclarecendo que a proteína temperada havia sido descongelada cedo.

Ela será acompanhada de arroz, feijão e salada. Às 13 horas, todas param para almoçar, com mesa posta. “Tenho horror a comer com o prato na mão”. Terminada a comida, nada de trabalho. A empreendedora impõe um tempinho de descanso para o café, um cigarro, umas fofocas.

Trabalho é intenso nas tardes de calor

Durante a tarde, Marah Silva grava vídeos, faz pelo menos três reuniões, vai a algum teatro acompanhar ensaios, ou corre até Niterói, para dar aula no projeto Baobá – por enquanto, nas tardes de segunda e terça; em breve, o dia inteiro.

O trabalho como figurinista tem rendido reconhecimento. Recentemente, foi indicada ao Prêmio Shell na categoria Figurino pelo seu trabalho na peça Viva o Povo Brasileiro. “Ser a única preta indicada nessa categoria já é um prêmio”, diz Marah Silva.

O trabalho é duro, mas Marah Silva sabe que é preciso respirar. Cafezinho, banhos e muita água “levantam o corpo” durante o dia
O trabalho é duro, mas Marah Silva sabe que é preciso respirar. Cafezinho, banhos e muita água “levantam o corpo” durante o dia
Foto: Divulgação

Entre outros trabalhos, ela fez o figurino do filme Elza Infinita, premiado com a prata na categoria Documentário Biográfico no New York Film Festivals, em 2022.

O calor intenso do Rio de Janeiro leva Marah Silva ao segundo banho do dia, no final da tarde. “Levanta o corpo”. Durante o dia, ela fez paradas para água e café com as colaboradoras do ateliê. Quando vão embora, a proprietária ainda tem muito a fazer.

Precisa rever o fluxo de trabalho, fazer a lista de atividades para o dia seguinte e ainda se preparar para as apresentações musicais que acontecem no casarão onde mora e trabalha. É o projeto Cantando na Janela.

A noite é para ser vivida

Quando não tem atividade noturna no ateliê, “toda noite alguém me chama pra jantar. Falo pro pessoal, eu vou virar alcóolatra desse jeito”, brinca. Na verdade, o lazer noturno é levado muito a sério.

Ateliê Cretismo, no centro do Rio de Janeiro, onde Marah Silva mora, mantém oficina de moda e promove encontros musicais
Ateliê Cretismo, no centro do Rio de Janeiro, onde Marah Silva mora, mantém oficina de moda e promove encontros musicais
Foto: Divulgação

Se não sai com amigos, vai a espetáculos. É envolvida com as artes cênicas e sempre tem alguma estreia para acompanhar. Marah Silva desenvolveu um método próprio para confeccionar figurinos, envolvendo os atores. Em trinta anos como figurinista, participou de dezenas de produções, várias premiadas.

Depois do ensaio, “vou para esbórnia com minhas amigas. Me dou o direito”. Então volta para casa perto de meia-noite, ou mais. Independente da hora que dorme, no outro dia, o gato Zé Pelintra, pontual, acorda a empreendedora alguns minutos antes das sete da manhã. Hora de retomar a rotina.

Imposto de Renda 2024: Especialistas tiram dúvidas sobre declaração de MEI e pequenas empresas

Você sabia que um pequeno erro que você cometer na hora de preencher a declaração de IR pode fazer você pagar mais impostos do que deveria? Para ajudar com as inúmeras dúvidas que surgem na hora de declarar rendimentos, o Terra promove, nesta sexta-feira (22/03), às 11h, uma live com especialistas para tirar dúvidas da declaração de MEI, pequenas empresas e pequenos comércios. Acompanhe a transmissão na home do Terra ou no canal no YouTube do portal. Você poderá tirar suas dúvidas ao vivo. 

 Clique aqui para assistir à live.

Fonte: Visão do Corre
Compartilhar
Publicidade
Publicidade