PUBLICIDADE
Patrocínio Logo do patrocinador

8 dicas para cuidar dos cabelos durante o verão

Especialista ensina técnicas para manter os fios saudáveis e bonitos nessa época do ano

31 jan 2024 - 13h01
Compartilhar
Exibir comentários

Durante as altas temperaturas do verão, é comum redobrarmos os cuidados com a pele. Afinal, a combinação entre sol, praia e piscina pode causar sérios danos ao tecido cutâneo, quando não tomadas as devidas precauções. Mas não podemos esquecer que os cabelos também necessitam de cuidados especiais nessa época do ano.

Alguns cuidados com os cabelos durante o calor ajudam a mantê-los saudáveis
Alguns cuidados com os cabelos durante o calor ajudam a mantê-los saudáveis
Foto: Ground Picture | Shutterstock / Portal EdiCase

"A radiação solar pode favorecer a degradação das proteínas que compõem os fios, tornando-os mais fracos e quebradiços. A exposição desprotegida ao sol também pode levar a queimaduras no couro cabeludo, causando um processo inflamatório que favorece a queda capilar e o surgimento de câncer de pele na região", explica o Dr. Danilo S. Talarico, médico pós-graduado em Dermatologia Clínico-Cirúrgica e professor nos cursos de Dermatologia, Tricologia, Transplante Capilar (Cirurgia Capilar) e Medicina Estética.

E os problemas não param por aí, pois o cloro da piscina e o sal da água do mar também são vilões nessa época. "Essas substâncias causam danos à cutícula e diminuem a quantidade de proteínas na fibra capilar, favorecendo o ressecamento e a quebra", alerta o especialista, que ressalta que os prejuízos são ainda mais graves em pessoas que realizaram procedimentos químicos nos cabelos, os quais sofrem até mesmo mudanças de coloração. Mas prevenir esses danos é mais simples do que parece, basta adotar alguns cuidados, como os indicados a seguir:

1. Utilize filtro solar

A proteção solar é o principal cuidado para manter cabelos e couro cabeludo saudáveis e bonitos durante o verão. "Enquanto pessoas calvas podem aplicar o protetor solar convencional na região, que deve ter, no mínimo, FPS 30, quem tem uma maior quantidade de cabelo pode apostar no uso de leave-ins e loções que oferecem proteção solar", diz o médico. "Além disso, é importante reforçar a proteção oferecida por esses produtos por meio do uso de bonés ou chapéus de abas largas com proteção UV presente no próprio material de confecção".

2. Molhe os cabelos ou aplique um leave-in antes de mergulhar

Para reduzir os danos causados pela água do mar ou da piscina, o especialista recomenda molhar os cabelos antes de mergulhar ou, então, aplicar um leave-in. "Assim, os fios já estarão saturados e absorverão uma menor quantidade de cloro ou sal", afirma. E, ao sair da água, volte para baixo do chuveiro para retirar qualquer resíduo de areia, cloro ou sal dos fios. "Caso não seja possível tomar uma ducha, aposte no uso de brumas e águas termais", aconselha o Dr. Danilo.

3. Hidrate os fios

Ao voltar da praia ou piscina, além de higienizar bem os fios, capriche na hidratação. "Xampus suaves, máscaras formuladas com ativos de alta propriedade hidratante e ampolas de hidratação rápida são ótimas opções para recuperar a saúde e a beleza das madeixas após um longo dia de verão", recomenda o médico, que ainda alerta sobre o uso de ferramentas de calor, as quais precisam ser evitadas. "Após o banho, os leave-ins e óleos capilares são muito bem-vindos para potencializar a hidratação e auxiliar no controle do frizz".

4. Evite lavar o cabelo em excesso

Tome cuidado para não lavar os fios em excesso, uma prática muito comum no verão para lidar com o calor e o suor. "Apesar de não existir uma regra quanto ao número de lavagens, higienizar os fios excessivamente pode torná-los frágeis e ressecados. A frequência ideal dependerá das necessidades de cada pessoa. Por exemplo, enquanto praticantes de atividade física devem higienizar os cabelos diariamente, pessoas de cabelos oleosos podem lavar os fios até duas vezes ao dia. Já quem tem cabelo fino e seco deve realizar a higienização em dias alternados", afirma o especialista.

Manter o cabelo molhado pode prejudicar a saúde dos fios
Manter o cabelo molhado pode prejudicar a saúde dos fios
Foto: nelen | Shutterstock / Portal EdiCase

5. Seque bem os cabelos

Por mais refrescante que seja, deixar os cabelos molhados pode prejudicar a saúde dos fios, favorecendo problemas como quebra, queda e caspa. "Após o banho, o ideal é secar bem os fios com uma toalha, sempre com movimentos delicados. Mas, se estiver com pressa, é possível aplicar um protetor térmico e, em seguida, utilizar o secador", aconselha o Dr. Danilo S. Talarico.

6. Opte por elásticos com tecidos para prender os cabelos

Prender os cabelos ajuda a diminuir o calor e o suor, mas é importante não exagerar. "O hábito pode tornar os fios mais fracos e favorecer a queda capilar a longo prazo, o que chamamos alopecia de tração. Se for preciso prender as madeixas, dê preferência àqueles prendedores que não exercem tanta tração sobre os fios, como os elásticos revestidos de tecidos. Em contrapartida, evite os grampos e os prendedores de borracha e silicone".

7. Tenha cuidado com o ar-condicionado

Além do ventilador, o ar-condicionado é uma das opções mais procuradas para se frescar, no entanto também pode trazer danos aos fios. "O grande aliado contra o calor do verão é também um dos maiores vilões para a saúde dos cabelos, pois reduz a umidade do ar, assim favorecendo a desidratação dos fios e o surgimento de frizz", explica o Dr. Danilo.

8. Consulte um especialista

Após retornar do seu período na praia e na piscina, é interessante fazer uma visita a um profissional especializado, que recomendará procedimentos e cuidados específicos para recuperar os seus fios rapidamente. "Atualmente, contamos, no consultório, com um tratamento personalizado conhecido como AOFIO, que utiliza uma tecnologia avançada para identificar as necessidades individuais do cabelo, levando em consideração fatores como porosidade, elasticidade e textura, e então aplicar produtos específicos para tratar e reconstruir os fios danificados, tornando-os mais bonitos, nutridos e fortes", finaliza o Dr. Danilo S. Talarico.

Por Paula Amoroso

Portal EdiCase
Compartilhar
Publicidade
Publicidade