PUBLICIDADE

Curiosidades de Motown, a fábrica de hits dos EUA

O Museu é uma viagem pela música negra dos anos 60 [...]

4 dez 2023 - 10h47
(atualizado em 5/12/2023 às 00h43)
Compartilhar
Exibir comentários

Taí um acervo que todo mundo conhece.

Localizado em Detroit, no nordeste dos Estados Unidos, o Motown Museum é uma viagem pela música negra dos anos 60, no estúdio que realizou gravações de artistas como Michael Jackson, Stevie Wonder, Marvin Gaye e Diana Ross.

Foi ali que nasceram hits como 'Please, Mrs. Postman' (The Marvelettes), 'Baby Love' (The Supremes), 'ABC' (Jackson 5) e 'Money - That's What I Want' (primeiro sucesso de Motown que chegou a ser gravado pelos Beatles, em versão na voz de John Lennon).

Foto: Eduardo Vessoni / Viagem em Pauta

O museu emociona pelo acervo com figurinos de integrantes de bandas como The Velvelettes e The Marvelettes, móveis originais e capas de discos de uma época em que jovens negros evocavam o amor em letras de refrão fácil; garotas de penteados intactos soltavam sons de profundidade tocante quase sem fazer nenhum esforço; e passinhos bem ensaiados faziam os pés deslizarem sobre o chão.

A gravadora tem sua história contada a partir de uma variada exposição de fotos da infância do fundador Berry Gord e imagens de bastidores, como as primeiras capas de discos, os figurinos impecáveis dos grupos femininos e objetos pessoais como o chapéu Fedora doado por Michael Jackson, acompanhado de um cheque de 125 mil dólares.

Mas o destaque é o Studio A no porão que ainda guarda partituras, instrumentos e a sala de controle de som.

O estúdio fica numa antiga garagem transformada em estúdio e na cozinha que virou sala de controle de som, um equipamento dos anos 60 que gravou sucessos como Shop Around e Please, Mr. Postman, além de abrigar partituras e instrumentos originais de 1959 a 1972.

No início, Motown realizava suas gravações em uma mesa de dois canais, um para os cantores e outro para os músicos. Porém em 1965, os próprios engenheiros de som locais desenvolveriam a mesa de oito canais, o que garantiu à casa o título de primeira gravadora a contar com tal tecnologia.

Foto: Eduardo Vessoni / Viagem em Pauta

O sobrado de Motown, uma das atrações mais visitadas do sudeste de Michigan, foi inaugurado em 1985 por Esther Gordy Edwards, irmã do fundador do Motown Records, o artista Berry Gord.

A Motown Records se tornaria o ícone musical de toda uma geração, não só em território americano como em todo o mundo. Fundada em 1959, essa mina de ouro financeira e musical se tornaria a maior gravadora independente de músicas em 45 rpm e ocuparia o Top 100 da Billboard.

Nem mesmo os garotos mais famosos de Liverpool se renderam ao estúdio.

Os Beatles chegaram a gravar sucessos nascidos em Detroit como Money ('That's What I Want'), versão na voz de John Lennon lançada no álbum 'With the Beatles', de 1963, e 'Please, Mrs. Postman', hit da banda The Marvelettes.

LEIA TAMBÉM: "A SP dos Racionais MC's no novo documentário da Netflix"

⇒ A palavra 'motown´ é um trocadilho com o apelido pelo qual Detroit ficou famosa, "Motor City", em referência ao título que essa cidade tinha de "berço do automobilismo americano".

⇒ Fundada em 1959 por Berry Gord, com 800 dólares emprestados pela família, Motown se tornaria a maior gravadora independente de músicas em 45 rpm e ocuparia o Top 100 da Billboard com cinco posições, em menos de dez anos de existência.

⇒ O estúdio foi considerado uma fábrica de hits, em funcionamento durante 24 horas por dia. Motown só voltaria a fechar as portas durante a mudança da sede para Hollywood, na Califórnia, em 1972.

⇒ O sobrado onde funcionou Motown ainda guarda móveis da época como o sofá do segundo andar, usado para descanso dos artistas que viravam a noite em gravações de futuros sucesso da indústria musical.

⇒ Na garagem da casa funcionava o Studio A, onde foram gravados hits dos anos 60 de artistas no início da carreira, como Lionel Richie, Marvin Gaye, Stevie Wonder e Michael Jackson (ainda na banda Jackson 5).

Stevie Wonder com a banda The Funk Brothers
Stevie Wonder com a banda The Funk Brothers
Foto: Motown Museum / Viagem em Pauta

⇒ Michael Jackson doou para o museu seu famoso chapéu Fedora, acompanhado de um cheque de 125 mil dólares.

⇒ O local exibe também a máquina de guloseimas, em que Stevie Wonder tateava os botões para retirar seu chocolate preferido, o Baby Ruth.

⇒ Durante o animado tour guiado pelas instalações do museu, o visitante conhece segredos como o buraco no teto do andar superior que funcionava para produzir e gravar estalar de dedos, palmas e vozes.

SAIBA MAIS

Motown Museum

Berry Gordy Jr. Boulevard - Detroit/Michigan

De quarta a domingo, das 10h às 18h

Ingresso: $20

Viagem em Pauta
Compartilhar
Publicidade
Publicidade