PUBLICIDADE

Pesquisa levanta principais reclamações sobre viagens aéreas

17 abr 2013 19h36
| atualizado às 19h36
ver comentários
Publicidade
<p>Desconforto das poltranas &eacute; fator que mais incomoda os brasileiros em viagens a&eacute;reas</p>
Desconforto das poltranas é fator que mais incomoda os brasileiros em viagens aéreas
Foto: Getty Images

O site TripAdvisor realizou uma pesquisa sobre viagens aéreas para descobrir quais são as preferências e maiores reclamações dos brasileiros na hora de voar. O desconforto ou proximidade dos acentos liderou a lista de reclamações com 83%, em seguida veio o alto preço de passagens e taxas, com 63%. Atrasos inesperados (49%), refeições a bordo (40%) e longas filas (33%) também integraram o ranking. Para realizar o levantamento 1.300 pessoas foram consultadas no período entre 8 e 18 de fevereiro.

A pesquisa apontou também as companhias aéreas favoritas dos brasileiros. A TAM foi apontada por 33% dos entrevistados, seguida da Azul, com 7,5% das preferências, Air France, com 7%, Gol, com 5,5%, e Lufthansa, com 5%. Na hora de comprar a passagem, 48% afirmou considerar o nome da empresa importante e 17% acha extremamente importante.

Durante a pesquisa, os viajantes ainda declararam que não pagariam mais barato por um voo com: acento desconfortável, pequeno ou não reclinável (61,5%); banheiros a bordo que funcionam com moedas (42%); uma ou mais conexões (42%); partida de um aeroporto secundário (15,5%); e escala a noite (15%). Sessenta e cinco por cento dos entrevistados declarou que as companhias conhecidas como de ‘baixo-custo’ não devem ser consideradas dessa forma devido aos valores adicionais e impostos cobrados por bagagem, refeições etc.

Entre as atitudes de outros passageiros que mais incomodam estão crianças chutando a parte de trás do acento (21%), conversa em voz alta durante o voo (12%), pessoas bloqueando o corredor para guardar malas (11%) e crianças barulhentas (7,5%). A presença dos pequenos parece realmente ser um problema para muitos, já que 16,5% afirmou que pagaria um pouco a mais pela passagem de um voo sem crianças.

Serviços e facilidades relacionados à tecnologia se mostraram decisivos na hora de escolher a companhia aérea. No estudo, quase 53% dos entrevistados afirmou que mudaria de empresa se outra oferecesse acesso wi-fi. Entre os principais usos dos smarthphones na hora de viajar estão: a pesquisa de preços de passagens, a procura por voos disponíveis, pesquisa do status de seu voo, a reserva passagens e a substituição do ticket de passagem, nessa ordem.

Fonte: Terra
Publicidade
Publicidade