PUBLICIDADE

Vitamina B12: veja o que é, benefícios e para que serve

Descubra quais alimentos são ricos em vitamina B12 e entenda a importância dela para o bom funcionamento do organismo

30 mai 2023 - 15h05
(atualizado em 8/8/2023 às 15h28)
Compartilhar
Exibir comentários
Carne
Carne
Foto: Eiliv Aceron - Unsplash

A vitamina B12 é uma das mais importantes para o nosso organismo, por estar está diretamente envolvida na produção de DNA e RNA. A vitamina é essencial para a formação de células sanguíneas e dos neurônios e atua no desenvolvimento e manutenção das funções dos sistema nervoso central e cardiovascular. Além disso, ela trabalha na produção de glóbulos vermelhos saudáveis e no metabolismo das gorduras. 

Também conhecida como cobalamina, a vitamina B12 melhora a disposição física e mental, e evita o aparecimento da anemia megaloblástica. Esse tipo de anemia acontece quando a medula óssea produz hemácias maiores que o normal e há uma diminuição no tamanho dos glóbulos brancos e das plaquetas.

Quais alimentos são ricos em vitamina B12?

Para se manter saudável e com os níveis desta vitamina em dia, é importante ingerir os seguintes alimentos:

  • Fígado de boi
  • Fígado e coração de frango
  • Ostras cruas
  • Ovos
  • Leite
  • Atum
  • Sardinha 
  • Salmão 
  • Carne
  • Iogurte
  • Queijos

Quais são os sintomas da falta da vitamina B12?

Quando estamos com falta de vitamina B12, podemos sentir os seguintes sintomas: fadiga, cansaço, palidez, desânimo, déficit de memória, aftas, formigamentos, cãibras, dor na barriga, queda de cabelo, perda de apetite e alterações no funcionamento intestinal, prisão de ventre ou diarreia. Em casos mais graves, pode afetar as disfunções cognitivas, causar demência e transtornos depressivos.

“A vitamina é essencial principalmente para fazer a maturação dos glóbulos vermelhos. Quando os glóbulos vermelhos têm falta de amadurecimento adequado, o paciente pode ter anemia e em casos mais graves pode ter alteração da sensibilidade em qualquer região do corpo”, explica Daniel Bratan, endocrinologista e especialista em nutrologia pela Abran (Associação Brasileira de Nutrologia).

“Ela é essencial para recuperação da fibra muscular. Por isso, aquele paciente que faz atividade física, mas está com a B12 baixa, terá um atraso na recuperação da fibra muscular e ficará mais suscetível a lesões musculares.” 

Suplementação de vitamina B12   

Encontrada principalmente em alimentos de origem animal, em alguns casos, a vitamina B12 pode estar em falta ou excesso no organismo. Quando está em falta no organismo pode ser reposta em suplementos. Atenção: nunca tome medicamentos sem orientação de um profissional.    

Bratan explica que pacientes vegetarianos e veganos, na maioria dos casos, precisam fazer suplementação da vitamina, por falta da ingestão de alimentos de origem animal. 

Dependendo da idade da pessoa, a indicação diária de ingestão de vitamina B12 pode mudar. Dos 7 aos 12 meses de vida, a indicação é de 0,5 micrograma, de 1 a 3 anos, o número aumenta para 0,9 micrograma. Dos 9 aos 13 anos, o valor vai para 1,8 micrograma e a partir dos 14 anos, a pessoa deve ingerir 2,4 micrograma por dia. 

Apesar de níveis elevados de vitamina B12 serem raros e geralmente causados por suplementação excessiva, em alguns casos pode ser um sinal de outros problemas de saúde, como cirrose, hepatite, obesidade, diabetes, leucemia, etc. 

Fonte: Redação Terra Você
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade