PUBLICIDADE

Treinar com postura errada pode gerar patologia na coluna: médico explica

É preciso ter atenção à posição da coluna para evitar causar uma patologia grave. Conheça os riscos de treinar com a postura errada

16 out 2023 - 17h22
Compartilhar
Exibir comentários

Seja falta de tempo, aplicativos de celular, blogs especializados, videoaulas ou espaços que alugam o uso de aparelhos, cada vez mais as pessoas aderem à prática de realizar atividades físicas sozinhas. Mas, será que o cuidado com a coluna vertebral está sendo levado em consideração, uma vez que treinar com a postura errada pode causar problemas?

Confira os riscos de se treinar com a postura errada
Confira os riscos de se treinar com a postura errada
Foto: Wayhomestudio/Freepik / Boa Forma

Segundo André Evaristo Marcondes, ortopedista e especialista em coluna do Núcleo de Medicina Avançada do Hospital Sírio-Libanês, durante a atividade física, as pessoas precisam prestar atenção e corrigir a postura para prevenir dores ou desenvolver uma patologia grave na coluna geradas por desvios posturais. Durante o treino, a atenção deve ser redobrada para que uma atividade saudável não se torne um problema.

"Muitas vezes, uma pessoa que assiste a vídeoaulas acredita que está fazendo o exercício de maneira correta, porém por mais que ela não sinta dor naquele instante, ela pode estar prejudicando algum segmento da coluna", explica o especialista.

De acordo com dados do Ministério da Saúde, 60,1% dos homens entre 18 e 24 anos praticam exercícios. Já aos 65 anos, apenas 27,5% deles se exercitam. Entre as mulheres, os números são ainda mais preocupantes, 24,6% delas de 25 a 45 anos se exercitam com alguma frequência. Acima dos 65, 18,9% se movimentam com regularidade.

Treinar com a postura errada: quais áreas da coluna correm risco

Segundo o profissional, os maiores riscos estão localizados na coluna lombar, seguidos da coluna cervical (região do pescoço). Em alguns casos as lesões musculares também aparecem por excesso de treinamento e quando não existe o tempo devido de recuperação do músculo.

A região da lombar é a que suporta a maior parte do peso corporal. Exercícios para essa região são ótimos para o fortalecimento dos músculos da coluna, prevenindo-a de dores e lesões. No entanto, sobrecarregá-la ou fazer um exercício de maneira incorreta com frequência, pode gerar lombalgia, ou seja, quadro de dor lombar.

"Se ao pular, agachar ou fazer um movimento, a pessoa sente dores, que não estão totalmente relacionadas ao treino, ela pode estar fazendo errado ou apresentar algum dano que precisa ser investigado. Até a dor muscular pode ser um sinal de exagero," alerta o especialista.

Alguns traumas na coluna podem não apresentar sintomas por um determinado período de tempo e, por conta disso, a pessoa pode ter alguma alteração e não saber. Por isso, é preciso fazer uma avaliação antes de iniciar a prática esportiva e, mesmo que opte pelas facilidades da tecnologia, é importante ter profissionais capacitados dando o apoio prévio e necessário para cada caso.

"Nem sempre os exercícios que são indicados para uma pessoa também são ideais para você", finaliza o cirurgião.

Boa Forma
Compartilhar
Publicidade
Publicidade