PUBLICIDADE

Estrogênio na comida pode tornar homens mais "femininos"

Segundo estudo australiano, aumento de peso e redução na contagem de espermas se deve à presença de compostos que imitam a ação do hormônio no corpo masculino

10 out 2014 11h01
| atualizado às 11h10
ver comentários
Publicidade
Taxas de obesidade entre homens e mulheres é equivalente em países desenvolvidos, que consomem mais produtos a base de soja, por exemplo
Taxas de obesidade entre homens e mulheres é equivalente em países desenvolvidos, que consomem mais produtos a base de soja, por exemplo
Foto: Getty Images

A epidemia de obesidade entre os homens e a queda da contagem de esperma em alguns deles podem estar sendo causadas pelo aumento do hormônio feminino estrogênio no organismo masculino, apontou um estudo feito pela Universidade de Adelaide, na Austrália. As informações são do site inglês Daily Mail.

Siga Terra Estilo no Twitter

Especialistas acreditam que, principalmente nos países ocidentais, os homens estão se "feminilizando"  devido ao crescente contato com compostos que imitam o comportamento do estrogênio no corpo. Os produtos a base de soja e itens de plástico, como os canos de PVC, são ricos em xenoestrogens, composto químico que produz justamente esse efeito. 

Secretado pelos ovários no período pré-menstrual, o estrogênio altera o funcionamento da tireoide, desacelerando o metabolismo e causando aumento de peso. "Isso faz com que os homens imitem os padrões femininos de ganho de peso", explica o professor Maciej Henneberg, co-autor da pesquisa.

Os especialistas chegaram à esta conclusão após constatar que nos países desenvolvidos as taxas de obsedidade entre homens e mulheres são equivalentes, enquanto em países em desenvolvimento, o número de obesas é consideravelmente maior. "Apesar de não haver dúvida que uma dieta calórica também é culpada, consideramos que há outras razões para o aumento da obesidade", explica James Grantham, especialista responsável pelo estudo, que comparou taxas de obesidade, PIB e cardápio de homens e mulheres em vários países do mundo. E, continua: "estamos preocupados justamente devido ao aumento do consumo de produtos de soja em alguns países como os Estados Unidos".

Casos de pessoas que perderam até 235 quilos Casos de pessoas que perderam até 235 quilos

Curso com certificado Projeto verão: comece agora!
Quer perder aquelas medidas que atrapalham na hora de vestir biquíni ou sunga? Aprenda mais sobre obesidade e atividade física, em curso certificado pelo MEC!

Fonte: Terra
Publicidade
Publicidade