PUBLICIDADE

No Brasil, Luana Piovani fez blefaroplastia e cirurgia de varizes; entenda os procedimentos

Atriz de 47 anos aproveitou passagem pelo país para realizar exames médicos e procedimentos de saúde

4 mar 2024 - 15h59
Compartilhar
Exibir comentários
Foto: Reprodução/Instagram @luapio

Luana Piovani aproveitou sua rápida passagem pelo Brasil para realizar alguns procedimentos cirúrgicos. A atriz de 47 anos, que mora em Portugal, contou nas redes sociais que sempre realiza exames médicos quando vem ao país e desta vez “tomou coragem” para realizar os procedimentos.

Piovani se submeteu a uma cirurgia para tratamento de varizes, colocação de células-tronco no joelho e plástica na pálpebra.

“Esse ano, finalmente tomei coragem de fazer a minha cirurgia de varizes. Eu já vinha adiando a cirurgia há três anos (...) Aproveitei e coloquei células-troncos no meu joelho. Eu faço isso uma vez a cada 4, 5 anos (...) Também fiz minhas pálpebras com laser moderno, por isso não posso pegar sol de jeito nenhum", contou Piovani.

Entenda melhor os procedimentos de Luana Piovani

Fernanda Fayad, oftalmologista e especialista em Plástica Ocular do CBV - Hospital de Olhos, explica ao Terra que a blefaroplastia pode trazer tanto benefícios estéticos quanto funcionais aos pacientes, mas que é um procedimento delicado e de muitos detalhes. 

“Caso seja feita sem os cuidados necessários pode trazer complicações, a curto ou longo prazo, bastante desagradáveis ao paciente, como infecções, dificuldade no fechamento palpebral, resultados inestéticos, ressecamento ocular e até mesmo comprometimento da visão”, alerta a especialista.

A oftalmologista conta que normalmente o repouso é de uma semana após a cirurgia, sem atividades físicas, movimentos bruscos ou exposição ao calor. Após 15 dias do procedimento, já é possível visualizar os resultados, porém, o paciente deve evitar exposição ao sol durante todo o primeiro mês de pós-operatório.

O que é crioterapia, procedimento feito por Reynaldo Gianecchini O que é crioterapia, procedimento feito por Reynaldo Gianecchini

Quanto ao tratamento de varizes, a angiologista e cirurgiã vascular da Venous, Cristienne Souza, explica ao Terra que mulheres são mais propensas a desenvolver varizes devido a fatores hormonais e gestações, como foi o caso da atriz.

A escolha de cada técnica para tratar as veias dilatadas dependerá das características de cada vaso a ser tratado, como por exemplo, tamanho, localização e fontes de refluxo. O diagnóstico é feito com um exame físico, incluindo a inspeção visual e palpação das veias afetadas, além de um histórico médico detalhado.

“A ultrassonografia Doppler é frequentemente utilizada para avaliar o fluxo sanguíneo e a estrutura das veias, permitindo uma compreensão detalhada da extensão das varizes e a identificação de refluxos venosos”,  conta a profissional.

Com base nesses achados, o especialista pode determinar o tratamento mais adequado, considerando a severidade, sintomas, tamanho das veias, saúde geral do paciente e preferências pessoais.

A atriz chegou a comentar que o procedimento de células-tronco que ela realiza nos joelhos ainda é alvo de preconceitos. A intervenção ainda passa por estudos clínicos para avaliar se o uso das células-tronco regeneram a cartilagem do joelho e impede a progressão de uma lesão.

Fonte: Redação Terra Você
Compartilhar
Publicidade
Publicidade