PUBLICIDADE
URGENTE
Saiba como doar qualquer valor para o PIX oficial do Rio Grande do Sul

Mercado de cosméticos canábicos promete lucro bilionário, mas médicos hesitam

Comunidade médica alega que ainda faltam estudos que comprovem os benefícios do CBD para a pele; setor promete lucro bilionário até 2030

6 out 2023 - 14h54
Compartilhar
Exibir comentários

A cannabis medicinal tem sido usada no tratamento de diversas doenças e distúrbios psíquicos, como ansiedade, Parkison, esquizofrenia, entre outros. Mais recentemente, porém, alguns médicos passaram a receitar fórmulas com 2% de canabidiol para o combate de problemas de pele, tais quais prurido, acne, dermatite atópica e mesmo queda de cabelo.

Porém, parte da comunidade médica ainda hesita em receitar o composto para problemas dermatológicos. Durante o 76º Congresso da Sociedade Brasileira de Dermatologia, realizado no mês passado (setembro/2023), em Florianópolis, o coordenador do núcleo de dermatologia do hospital Sírio-Libanês, Reinaldo Tovo Filho, declarou que o futuro dos derivados da maconha é promissor, mas ainda é cedo para recomendar o seu uso na pele ou no cabelo.

Suplicy, Beyoncé e outros famosos que usam cannabis medicinal Suplicy, Beyoncé e outros famosos que usam cannabis medicinal

Segundo Tovo Filho, só mais recentemente a ciência passou a se dedicar aos efeitos do canabidiol na dermatologia, e ainda faltam pesquisar para comprovar a sua eficácia. Contudo, os resultados dos estudos são promissores; eles mostraram que derme, epiderme e folículos capilares possuem receptores dos chamados endocanabinoides, canabinoides produzidos pelo próprio corpo.

De acordo com o médico, o objetivo da pesquisa deve ser utilizar derivados da maconham que atuem nesses receptores endocanabinoides e ajudem a produzir uma substância que "dede alguma maneira, bloqueie os receptores relacionados à inflamação da pele, à coceira".

"Teoricamente, o canabidiol pode ajudar, mas são mecanismos muito complexos. Não é uma ou outra substância, há diversas substâncias envolvidas na coceira, por exemplo. Precisamos estudar mais, senão podemos melhorar uma coisa e piorar outra. Carecemos de mais estudos", repetiu o médico em entrevista à Folha de São Paulo.

Mercado em crescimento

Previsão de crescimento do mercado de cosméticos canábicos é de 31,5% de 2023 até 2030
Previsão de crescimento do mercado de cosméticos canábicos é de 31,5% de 2023 até 2030
Foto: IRA_EVVA

Os consumidores e pacientes, contudo, parecem não ligar para a falta de estudos que comprovem a eficácia total dos benefícios da cannabis para a pele. Um relatório de análise publicado recentemente pela GrandView Research mostrou que o mercado global de cosméticos a base de cannabis foi avaliado em 964 milhões de dólares no ano de 2022.

Ainda, existe a previsão de crescimento do mesmo em 31,5% de 2023 até 2030, podendo alcançar a casa dos 8,62 de bilhões de dólares de lucro até ano. O mercado norte-americano ainda é o que domina o setor. Mas, aqui no Brasil, este setor também está em crescimento.

Juliana Guimarães, co-fundadora do ODispensário - primeiro espaço físico de acolhimento, compartilhamento de informações e comercialização de produtos lícitos do mercado canábico brasileiro, localizado em Brasília, afirma que o uso de terpenos extraídos da cannabis em produtos de cuidados pessoais está se tornando uma tendência de beleza. Ela explica que os produtos podem proporcionar efeitos relaxantes, antioxidantes, anti-inflamatórios e hidratantes.

"Os produtos terpenados com cannabis representam uma revolução na indústria de beleza e bem-estar”, conclui Fernando Santiago, também co-proprietário do O Dispensário.

Fonte: Redação Terra Você
Compartilhar
Publicidade
Publicidade