9 eventos ao vivo

Falar palavrão é uma forma de aliviar a dor, diz pesquisa

  • separator
Michelle Achkar

Falar palavrões não consta do manual de boas maneiras de nenhuma área. Mas, segundo um estudo feito pela Universidade de Keele, na Inglaterra, passará a ser recomendação médica. Isso porque proferir palavras do tipo ajudaria a aliviar a dor, segundo informou o jornal britânico Daily Mail.

A Faculdade de Psicologia da entidade estudou o comportamento de 70 voluntários que realizaram um teste prático: tiveram de colocar as mãos em um recipiente com água gelada, a cerca de 5°C, enquanto repetiam palavrões a fim de aliviar o desconforto causado pelas baixas temperaturas. Outras vezes, tiveram de expressar outras palavras.

A experiência durou três minutos em cada situação e foi monitorada a partir do aumento dos batimentos cardíacos. Os que ficaram xingando enquanto mantiveram as mãos na água fria demonstraram mais tolerância à dor e também menores variações no ritmo do coração.

Mas o levantamento alerta que o benefício só é obtido se não se tem o hábito de proferir palavrões. "Quanto maior a frequência em falar palavras do tipo, menor foi a tolerância em permanecer com as mãos na água e à dor", disse o psicólogo Richard Stephens ao Journal of Pain.

O especialista explicou que os resultados se devem aos palavrões representarem uma forma de linguagem que tem o efeito de aliviar emoções. "As palavras em geral ativam a parte esquerda do cérebro, mas os palavrões parecem acionar partes mais profundas, associadas às emoções", disse.

Estudo mostrou que pessoas que gastaram seu vocabulário de palavrões se mostraram mais tolerantes à dor
Estudo mostrou que pessoas que gastaram seu vocabulário de palavrões se mostraram mais tolerantes à dor
Foto: Getty Images

Veja também:

Venezuela: os trabalhadores da saúde com salários de US$ 4 por mês e sem equipamentos de proteção
Fonte: Ponto a Ponto Ideias Ponto a Ponto Ideias
publicidade