PUBLICIDADE

Dor nas costas após exercício físico? Ortopedista explica o que fazer

Sentir dor nas costas é relativamente comum, mas nunca deve ser encarada assim. Médico explica como lidar em casos após exercício físico

25 jan 2024 - 15h02
(atualizado em 26/1/2024 às 19h15)
Compartilhar
Exibir comentários

Quem tem uma rotina regular de exercícios físicos sabe que, hora ou outra, o corpo irá apresentar algum sinal de que algo não correu bem. A dor nas costas é um dos indicativos mais comuns, mas também um dos mais negligenciados.

Dor nas costas após exercício físico? Ortopedista explica o que fazer
Dor nas costas após exercício físico? Ortopedista explica o que fazer
Foto: Shutterstock / Saúde em Dia

No entanto, a dor nas costas, tanto na região dorsal quanto na região lombossacra, nunca deve ser considerada uma dor normal. Ainda mais quando relacionada a uma prática de atividade esportiva, alerta o Dr. Victor Caponi, médico ortopedista e especialista em coluna do Grupo Spine.

"Esse desconforto, limitação e contratura pode ser indicativo de alguma doença ou instabilidade na região da coluna. Pode indicar também, algum pinçamento de nervo na ou até mesmo algum quadro de infecção ou tumor na região, apesar de mais raro", alerta o médico.

O que fazer ao sentir dor nas costas durante ou após o exercício

Portanto, ao sentir alguma dor ou desconforto durante ou após a prática de exercício físico, a primeira coisa a se fazer é cessar de imediato a atividade que causou dor. Em seguida, é preciso procurar uma ajuda médica ortopédica ou uma fisioterápica para tentar avaliar a gravidade do desconforto. Os especialistas também podem entender se a dor tem relação com sinais de alarme e se é necessário uma investigação mais profunda.

"A dor do mal jeito do exercício, do estiramento, tende a ser uma dor auto limitada. Então, em duas a três semanas ela já deve passar. Qualquer coisa diferente disso, como uma dor que vai persistindo, precisa ser avaliada por um especialista em coluna vertebral", adverte o ortopedista

Victor lembra que a atividade física é ótima para a prevenção de doenças de coluna, já que fortalece a musculatura da região. "Porém, os quadros que estão relacionados à piora da dor ou a sintomas de choque, formigamento e perda de força, são casos que precisam nos ligar o alerta para alguma doença mais séria e que precisa de investigação", enfatiza o médico.

Saúde em Dia
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade