PUBLICIDADE

Como é a cirurgia de feminilização da voz e sua recuperação?

Pessoas que passam pelo procedimento - o mesmo de Maya Massafera - levam em média de 6 meses a 1 ano para chegar ao resultado definitivo

17 jun 2024 - 16h12
(atualizado às 23h05)
Compartilhar
Exibir comentários
Nova comunicação da influenciadora se tornou viral nas redes sociais
Nova comunicação da influenciadora se tornou viral nas redes sociais
Foto: Reprodução/Instagram/@mayamassafera

A “linguagem Maya Massafera" vem se tornando viral e fãs até criaram uma trend para se comunicar como a influenciadora. Isso porque, desde que passou por um procedimento delicado de feminilização vocal, Maya ainda não compartilhou o resultado da mudança nas sua voz com seus 5,5 milhões de seguidores. 

Em suas redes sociais, a influenciadora também brinca com a situação, e já chegou a desmentir os boatos de que esteja muda. Ela diz que ficou apenas um mês sem falar por "negligência médica". 

@mayamassafera

A amiga perfeita pra desabafar 😭🤣🥹

♬ som original - Maya Massafera 🦄

“Eu não estou muda, gente, eu estou falando. Minha voz está fraca e rouca, por isso fico poupando de falar muito. Mas é normal para quem fez a cirurgia da voz que fiz. Calma que logo, logo vou estar falando normal. Meu novo normal, né?”, disse na ocasião. 

Foto: Reprodução/Instagram/@mayamassafera

Resultado leva de 6 meses a 1 ano

Para entender como funciona o processo de feminilização da voz, o Terra Você conversou com a médica otorrinolaringologista especialista em Laringologia e Voz, Beatriz Serraglio

A especialista explica que o resultado da Glotoplastia, nome dado a cirurgia realizada nas cordas vocais, depende de cada cicatrização em particular e pode apresentar o risco de uma rouquidão permanente ou uma voz mais fraca. Uma pessoa que passou pelo procedimento leva em média de 6 meses a 1 ano para chegar ao resultado definitivo da voz. 

A cirurgia, feita com anestesia geral, é realizada sem cortes externos, inserindo um tubo metálico rígido na boca, com o auxílio de um microscópio operacional, possibilitando a visualização do interior da laringe e, portanto, das cordas vocais. 

No procedimento, a membrana mucosa da parte anterior das cordas vocais é removida e depois suturada, reduzindo assim o comprimento de sua parte vibrante. 

A médica conta que o pós operatório da cirurgia de Glotoplastia é extremamente importante e deve ser levado a sério. São no mínimo sete e em média 14 dias de repouso vocal absoluto, sem falar ou sussurrar, evitando esforços físicos, para que os pontos das cordas vocais não estourem e consigam formar uma cicatriz adequada. Além disso, é necessário fazer fonoterapia corretamente.

“Não há restrições de alimentação. Tem que fazer um acompanhamento com cirurgião e as sessões de fonoterapia. Ela ajuda a reduzir o inchaço das cordas vocais, ajuda a diminuir rouquidão, recuperar mais rápido e até influência no resultado final do pós-operatório, deixando a voz mais aguda e potente”, explica a especialista.

De acordo com a otorrinolaringologista, estudos afirmam que a cirurgia eleva em média de 50-100 hz a frequência vocal fundamental. Essa avaliação é feita através da medida da frequência fundamental da voz antes e depois da cirurgia. 

A médica destaca que a voz não é somente sua frequência, mas a maneira de falar, a velocidade, a suavidade e todas essas características que  impactam no resultado e no que estamos ouvindo.

“Nossa voz é nossa identidade, a cirurgia serve para agudizar a voz que é subjetiva e cada resultado é individual”, conclui a especialista.

Fonte: Redação Terra Você
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade