PUBLICIDADE

Beber pouca água eleva o risco de AVC; entenda

Uma boa hidratação é imprescindível para a saúde vascular, o que naturalmente previne uma série de doenças, como o AVC

19 fev 2024 - 15h21
Compartilhar
Exibir comentários

Não é nenhuma novidade que ingerir boas quantidades de água é fundamental para a saúde. Afinal, a hidratação desempenha um papel crucial no funcionamento do organismo e na prevenção de uma série de doenças, como o acidente vascular cerebral (AVC), por exemplo.

Beber pouca água eleva o risco de AVC; entenda
Beber pouca água eleva o risco de AVC; entenda
Foto: Shutterstock / Saúde em Dia

De acordo com o neurocirurgião Dr. Victor Hugo Espíndola, uma boa hidratação ajuda a manter a viscosidade sanguínea adequada e, além disso, a regular a pressão arterial. Esses são fatores-chave na saúde vascular e na prevenção do AVC.

"A ingestão adequada de água favorece a fluidez sanguínea, reduzindo a formação de coágulos. Isso contribui diretamente para a saúde vascular cerebral, minimizando o risco de obstruções nos vasos", destaca o médico.

Por outro lado, a desidratação eleva a pressão arterial, aumentando a predisposição a eventos vasculares. "Além disso, pode contribuir para condições como hipertensão e diabetes, fatores de risco conhecidos para AVC", diz Victor Hugo.

Portanto, podemos afirmar que manter-se hidratado é uma medida simples, mas impactante, na prevenção do AVC. E, embora não haja uma recomendação única, uma média de 2 a 3 litros de ingestão de água por dia é indicado, considerando fatores individuais. 

Espíndola lembra que associar uma boa hidratação a hábitos saudáveis (como alimentação e prática de exercícios físicos) contribui significativamente para a saúde vascular cerebral e, assim, para combater o AVC.

Além disso, consultar um profissional para orientação personalizada é sempre benéfico, lembra o médico.

Saúde em Dia
Compartilhar
Publicidade
Publicidade