PUBLICIDADE

Hipnose funciona? Saiba em que casos a técnica tem eficácia comprovada

A hipnoterapia ganha credibilidade no tratamento das mais variadas disfunções físicas e mentais, segundo especialista

31 jan 2024 - 05h00
Compartilhar
Exibir comentários
Foto: iStock

Reconhecida pelos conselhos de Medicina, Psicologia, Odontologia, Fisioterapia e Enfermagem e até pela Organização Mundial da Saúde (OMS), a hipnose se transformou em uma ferramenta extremamente eficaz no tratamento de várias patologias, condições físicas e emocionais.

De acordo com a terapeuta holística e hipnoterapeuta Cristiane Comerian, do Instituto Lírios de Saúde e Bem-estar, a hipnoterapia vem sendo cada vez mais utilizada em processos terapêuticos de cura e transformação pessoal, para auxiliar na mudança de hábitos.

A terapeuta explica que a hipnose é um estado de consciência alterado que envolve atenção focada e consciência periférica. Durante a sessão, que dura em torno de meia hora, o profissional induz o paciente a um estado de relaxamento profundo, que lhe permite explorar questões subconscientes, tornando a pessoa mais receptiva a ideias e mudanças comportamentais.

“No estado hipnótico, a pessoa não está adormecida, nem inconsciente, apenas relaxada”, afirma Cristiane. Qualquer que seja o seu uso, entretanto, a hipnose não é usada como tratamento único, e sim como complemento. Ela ressalta que não existe contra indicação. “É um procedimento totalmente seguro se executado da maneira correta e por um profissional qualificado”, diz.

De acordo com a profissional, a hipnose clínica tem mostrado bons resultados para tratamento de vícios, como exemplo, o tabagismo, e de distúrbios mentais, como ansiedade, fobias, compulsões, assim como disfunções físicas como dores crônicas, para redução do estresse e até para colocação de balão gástrico para emagrecimento.

Segundo Cristiane, além dos benefícios mais conhecidos, a hipnose vem fazendo a diferença também no bem-estar de pacientes, proporcionando sono de qualidade, além de superação de traumas e insegurança.

“Apesar dos resultados duradouros, em algumas situações, a hipnose precisa ser feita mais de uma vez para fortalecimento da nova ideia. É por meio da comunicação que se é modificada a nova sugestão”, destaca a terapeuta. “De qualquer forma, por meio da anamnese podemos avaliar qual a melhor técnica a ser usada”, conclui.

7 danos que o estresse pode causar ao corpo 7 danos que o estresse pode causar ao corpo

Fonte: Redação Terra Você
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade