0

Moda em Paris: invasão em desfile e sustentabilidade em alta

1 out 2019
10h54
atualizado em 2/10/2019 às 09h24
  • separator
  • 0
  • comentários

A Semana de Moda de Paris terminou nesta terça-feira (1) com uma invasão durante o desfile da Chanel. A youtuber e comediante francesa Marie Benoliele subiu na passarela e entrou no meio das modelos, na fila final. Coube a Gigi Hadid encaminhar a penetra à saída.

Desfile Dior (Foto: Reprodução/Instagram/@dior)
Desfile Dior (Foto: Reprodução/Instagram/@dior)
Foto: Elas no Tapete Vermelho

Outro destaque do evento é que o efeito Greta Thunberg baixou nas apresentações. A maioria apostou no discurso da sustentabilidade e preservação do meio ambiente.

O mais evidente foi a Dior, que recriou um jardim com 160 árvores que serão replantadas em Paris. Um vídeo publicado na conta oficial da marca no Instagram mostra modelos e a estilista Maria Grazia Chiuri falando sobre a preservação da natureza. Um etiqueta nas árvores vinha com a frase: "Plantando para o Futuro". As tranças das modelos fazem uma ligação direta com o visual da ativista sueca de 16 anos.

Não à toa, os florais e os tons terrosos e naturais imperaram nas coleções de várias grifes. É a moda, uma das indústrias mais poluentes do mundo, tentando dar o seu recado, enquanto a Amazônia e outras reservas naturais queimam no Brasil.

Veja algumas imagens dos desfiles, que também mostram outras tendências para a próxima estação quente no Hemisfério Norte. Tem camisas revisitadas, terninhos, smoking feminino e cores misturadas num só look.

Chanel

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por FASHION TO MAX (@fashiontomax) em


A youtuber e comediante francesa Marie Benoliele invadiu a passarela da Chanel e se tornou um dos assuntos mais comentados. Com um look clássico em preto e branco, entrou no meio da fila final da apresentação e a modelo Gigi Hadid encaminhou a penetra à saída.

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por CHANEL (@chanelofficial) em


O cenário representa os telhados de Paris, por onde caminharam as modelos com peças inspiradas no guarda-roupa das musas da Nouvelle Vague (Nova Onda), uma nova estética de cinema criada na França, em 1958, como reação contrária às superproduções hollywoodianas.

Dior

Ver essa foto no Instagram

#BehindtheScenes with the #DiorSS20 collection by @mariagraziachiuri during the day 2 of this #PFW ! #ParisFashionWeek with @dior

Uma publicação compartilhada por Paris Fashion Week (@parisfashionweek) em

Tranças das modelos da Dior remetem ao penteado da ativista sueca Greta Thunberg. Grife fez um dos apelos mais contundentes da semana, com passarela ornamentada com 160 árvores e coleção inspirada na irmã do estilista, Catherine Dior, florista e membro da resistência francesa durante a Segunda Guerra, que chegou a ser presa.

Ver essa foto no Instagram

Peek backstage at #DiorSS20 show by @MariaGraziaChiuri and hear our models and collaborators talk about how they strive for sustainability.

Uma publicação compartilhada por Dior Official (@dior) em

Vídeo da Dior fala de sustentabilidade e de como o desfile, como um todo, foi feito de forma sustentável.

Stella McCartney

Flores também apareceram no desfile de Stella McCartney, cuja marca sempre teve um apelo sustentável e vegano, como a estilista, que não trabalha com material de origem animal. A marca escreveu a inspiração da coleção em suas redes sociais: "Inspirada em mulheres ferozes, passadas, presentes e futuras, que não têm medo de criar seu próprio mundo. Esta é a nossa coleção mais sustentável."⁣

Chloé

O longo da Chloé traz flores minimalistas e delicadas.

Balenciaga

A coleção verão 2020 da Balenciaga, assinada por Demma Gvasalia, agora longe da grife Vêtements, que ajudou a criar, também trouxe estampas botânicas, como nesse vestido verde de modelagem não tão ampla

Ver essa foto no Instagram

BALENCIAGA SUMMER 20 SHOW 😍🌹⁣ ⁣ Video from @laurabrown99 ⁣ Photos: Filippo Fior⁣ ⁣ Follow @DemnaGvasaliaDaily for more.

Uma publicação compartilhada por Believe in something bigger.DG (@demnagvasaliadaily) em

Sem esquecer os volumes amplos, vários vestidos da Balenciaga também vieram com modelagem ampla da cintura para baixo.

Valentino

Ver essa foto no Instagram

The ordinary— a white shirt, a dress, a pencil skirt— becomes extraordinary through shape and volume for #ValentinoSS20 by @pppiccioli. Video by @fashiontomax

Uma publicação compartilhada por Valentino (@maisonvalentino) em

A camisa branca ganha novas versões e mais sofisticação com as criações mostradas pela Valentino. O básico revisitado e atualizado.

Schiparelli

Ver essa foto no Instagram

Schiaparelli Spring-Summer 2020 by @danielroseberry #SchiaparelliSS20 #Schiparelli 📷: @tomgoldblum

Uma publicação compartilhada por Schiaparelli (@schiaparelli) em

Cores, animal print e a natureza se misturam nesses looks da grife Schiaparelli, que traz modelagem seca e alongada

Issey Miyake

Ver essa foto no Instagram

Part 2 @isseymiyakeusa @theimpression_ #isseymiyake #isseymiyakejapan #pfw20 #theimpression #parisfashionweek2020

Uma publicação compartilhada por @ theimpression_ em

Neste sensível desfile da grife Issey Miyake, a dança se mistura à moda, com as roupas caindo do teto e vestindo as modelos que imediatamente começam a dançar. Plissados, cores misturadas e xadrez povoam a passarela.

Balmain

Inspirada no espírito, estilos e sons da juventude, o estilista Olivier Rousteing levou uma coleção colorida à passarela da Balmain.

Chloé

Além dos vestidos floridos, como mostrado acima, a Chloé também apostou nos terninhos e blazer, como nesta produção com bermuda, misturando feminino e masculino.

YSL

Com Naomi Campbell na passarela, a Saint Laurent, assinada por Anthony Vaccarello, recriou os emblemáticos smoking lançado pelo fundador da grife nos anos 1960. Brilho e despojamento ao mesmo tempo.

Givenchy

A Givenchy voltou no tempo e foi buscar inspiração nos anos 1990, com blazer feminino e calça jeans rasgada, imagem que também retrata os dias atuais.

Elas no Tapete Vermelho
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade