PUBLICIDADE

Hipertrofia: como ganhar massa muscular com uma dieta vegana

Proteína necessária para alcançar a hipertrofia muscular pode ser 100% de origem vegetal. Nutricionista indica alimentos para incluir na alimentação

18 jul 2022 - 08h39
Compartilhar
Exibir comentários
Hipertrofia: é possível ganhar massa muscular seguindo uma dieta vegana?
Hipertrofia: é possível ganhar massa muscular seguindo uma dieta vegana?
Foto: Shutterstock / Sport Life

O veganismo tem se tornado um estilo de vida cada vez mais popular, conquistando novos adeptos todos os dias. Quem segue uma dieta vegana passa longe de produtos e alimentos de origem animal, como ovos e carnes. Por conta disso, é muito discutido o consumo de proteínas, substância imprescindível para a ganhar massa muscular e alcançar a hipertrofia.

O senso comum leva a crer que uma pessoa que não consome carne não pode desenvolver um trabalho de hipertrofia, mas isso está errado. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), uma dieta equilibrada para indivíduos saudáveis deve ter em média 20% de proteína por dia, o que pode variar de uma pessoa para outra. O importante é que essa fonte pode ser 100% de origem vegetal.

Alimentos indicados para alcançar a hipertrofia

De acordo com o Guia de Nutrição Vegana para Adultos, desenvolvido pelo Departamento de Medicina e Nutrição da União Vegetariana Internacional (IVU), as oleaginosas e as leguminosas estão entre as maiores fontes de proteína vegetal. Os cereais, as folhas e sementes também figuram na lista dos alimentos proteicos que oferecem um pacote de nutrientes bioativos, micronutrientes e fibras, o que melhora a imunidade do atleta e seu desempenho esportivo. 

Importância do consumo de proteínas

A nutricionista Alessandra Feltre explica que as proteínas representam 20% do corpo humano e funcionam como matérias-primas para síntese de diversas funções orgânicas, indo muito além da hipertrofia muscular. Como é o caso do colágeno da pele e dos ossos, que é sintetizado a partir das proteínas, junto das vitaminas e minerais obtidos pelo organismo por meio da alimentação. 

"Os músculos que constituem e estruturam a espinha dorsal e nos possibilitam caminhar e viver com qualidade são sintetizados pelas proteínas. As enzimas digestivas, responsáveis por milhares de reações necessárias à saúde, também dependem da proteína que ingerimos", explica a especialista. 

"Sem proteína, o nosso corpo não vai funcionar como deveria. Existe a necessidade intrínseca de consumirmos proteínas de forma abundante em todas as etapas da vida, e conforme envelhecemos, ela se torna ainda mais importante", finaliza.

Sport Life
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade