PUBLICIDADE

Farmácia em casa: especialista dá dicas de como montar uma

Veja quais são os itens de farmácia essenciais de se manter em casa para pequenos acidentes e como organizá-los da maneira adequada

6 nov 2023 - 13h01
(atualizado às 13h09)
Compartilhar
Exibir comentários

Um corte no dedo, uma batida com o joelho, um escorregão no piso molhado… São vários os pequenos acidentes que podem ocorrer em casa e que, apesar de não ser tão grave, precisam de cuidados. Por isso, é comum ter uma "farmácia caseira", com itens e medicamentos que podem ser necessários no dia a dia.

Veja como montar uma boa farmácia em casa - Shutterstock
Veja como montar uma boa farmácia em casa - Shutterstock
Foto: Alto Astral

Segundo Dafne Cristina Lopes Estevão, que é farmacêutica da rede de drogarias Farmais, o ideal é que a farmácia da casa seja formada por medicamentos de emergência que são vendidos sem prescrição médica.

"Isso inclui analgésicos isentos de prescrição, medicamentos para febre, dor, água oxigenada, materiais para curativos simples, repelentes, pomada para alergias simples e picadas de mosquitos, enfim, todas medicações básicas", diz a especialista. Alguns dos medicamentos que são importantes ter em casa são:

  • Analgésicos para dores em geral
  • Antidiarreicos
  • Antitérmicos
  • Antigripais
  • Remédios para cólicas menstruais ou abdominais
  • Sais para má digestão
  • Pomadas para queimaduras e pomadas ou cremes para contusões

Além dos medicamentos, outros itens essenciais para se ter em casa são produtos que podem ser usados para curativos em caso de machucados ou arranhões, além de alguns outros itens ligados à saúde. A lista inclui:

  • Água oxigenada 10 volumes para assepsia
  • Álcool 70%
  • Algodão
  • Ataduras
  • Esparadrapos
  • Gazes
  • Curativos adesivos
  • Tesoura de ponta arredondada (para auxiliar nos primeiros socorros)
  • Mertiolate
  • Soro fisiológico
  • Termômetro digital
  • Gel para dores e batidas musculares

Cuidado com a automedicação

Dafne ressalta que, ainda que seja uma boa ideia ter esses remédios em casa, isso não vale para qualquer medicamento, já que existem aqueles não devem ser mantidos em casa sem receita. Nesse sentido, é preciso buscar indicação médica e, em caso de dúvidas, pode-se procurar o farmacêutico, que precisa estar na farmácia. 

Mesmo no caso de remédios que não precisam de receita, se automedicar constantemente não é uma boa ideia. É sempre bom consultar um profissional. Caso o problema, mesmo que seja uma simples dor de cabeça, não passe e seja frequente, é ainda mais necessária a visita ao médico.

Dicas de organização da farmácia em casa

Primeiramente, é importante que a sua farmácia pessoal seja mantida em um local seco, já que a umidade pode alterar a fórmula dos medicamentos. O mesmo problema pode ocorrer se os remédios ficarem em um local com muito sol ou calor.

Também é necessário manter os medicamentos em suas embalagens originais, pois elas são feitas especialmente para preservar suas propriedades. Além disso, a embalagem é importante para que você possa conferir a data de validade e dados como o número do SAC, o profissional responsável e as instruções, se necessário.

Por fim, vale lembrar de fazer aquela "limpeza" na sua farmácia em casa de tempos em tempos, para se livrar dos medicamentos que passaram da validade. Isso porque consumir remédios após esse prazo é arriscado e prejudicial.

Mas atenção: leve os medicamentos descartados para um ponto de coleta, pois jogá-los no lixo comum ou no vaso sanitário, por exemplo, contribui para a contaminação do meio ambiente.

Alto Astral
Compartilhar
Publicidade
Publicidade