PUBLICIDADE

Guia Michelin volta ao Brasil; veja restaurantes que ganharam ou mantiveram estrelas

Suspensa desde 2020, a edição brasileira reconheceu 140 restaurantes no total; saiba quais são os 21 estrelados

21 mai 2024 - 09h52
(atualizado às 09h58)
Compartilhar
Exibir comentários
O chef Luiz Filipe Souza, do italiano Evvai
O chef Luiz Filipe Souza, do italiano Evvai
Foto: Amanda Perobelli/Estadão / Estadão

Nascido em 1900 na França, o Guia Michelin hoje está presente em mais de 45 destinos e reúne 144 três estrelas, 528 estrelas verdes, quase 10,3 mil restaurantes e nada menos que 3.220 bib gourmands.

Quando foi suspenso em 2020, o Brasil contava com 14 restaurantes estrelados e 39 Bib Gourmands. Agora, volta com 6 duas estrelas, 15 uma estrela e 3 estrelas verdes (Tuju, Corrutela e Casa do Porco).

Na França, a edição 2024 foi marcada pelo surgimento de boas mesas longe dos centros urbanos, a evidência de pratos plant-based, o regresso do carrinho de sobremesas e a diversidade gastronômica tomando Paris.

Portugal ganhou independência da Espanha, mas não teve nenhum endereço triplamente condecorado, enquanto seu vizinho brilhou com 15. México acaba de ter a primeira versão com 157 restaurantes em diversas categorias espalhados pelas cidades de Nuevo León, Oaxaca, Baja California, Baja California Sur, Quintana Roo e Cidade do México.

Como em Portugal, ninguém recebeu mais que duas estrelas. A gente seguiu o flow. A cerimônia na noite deste 20 de maio no Copacabana Palace não tirou duas estrelas de nenhuma casa e ainda reconheceu mais 3.

Como tem se tornado tradição nos últimos anos, o Guia contemplou categorias especiais. O prêmio Michelin de melhor abertura ficou para o Tuju, o grande premiado da noite.

Na cerimônia, o chef Ivan Ralston ainda falou sobre as perspectivas do mercado: "não importa a inteligência artificial, as pessoas ainda vão precisar comer".

O de sommelier com Maíra Freire do Lasai, focada em vinhos naturais e éticos.

Como no resto do mundo, o guia brasileiro será atualizado somente no formato digital.

Confira, abaixo, a lista completa de estrelados do Guia Michelin

Duas estrelas

  • D.O.M (São Paulo) 
  • Oro (Rio de Janeiro)
  • Oteque (Rio de Janeiro)
  • TUJU (São Paulo) - incluído em 2024
  • Evvai (São Paulo) - incluído em 2024
  • Lassai (Rio de Janeiro) - incluído em 2024

Uma estrela

  • Cipriani (Rio de Janeiro)
  • MEE (Rio de Janeiro)
  • Huto (São Paulo)
  • Jun Sakamoto (São Paulo)
  • Kan Suke (São Paulo)
  • Kinoshita (São Paulo)
  • Mani (São Paulo)
  • Picchi (São Paulo)
  • San Omakase Room (Rio de Janeiro) - incluído em 2024
  • Fame Osteria (São Paulo) - incluído em 2024
  • Kazuo (São Paulo) - incluído em 2024
  • Kuro (São Paulo) - incluído em 2024
  • Murakami (São Paulo) - incluído em 2024
  • Oizumi Sushi (São Paulo) - incluído em 2024
  • Tangará Jean-Georges (São Paulo) - incluído em 2024

A lista completa de recomendados e de restaurantes Bib Gourmand, de melhor custo-benefício, está disponível no site da publicação. 119 casas brasileiras aparecem nas recomendações.

Estadão
Compartilhar
Publicidade
Publicidade