PUBLICIDADE

Polêmica: pode esquentar o azeite de oliva? Azeitóloga responde

Chamamos a azeitóloga Ana Beloto para responder essa perguntar que gera tanta polêmica no mundo da gastronomia

28 out 2022 - 09h11
Compartilhar
Exibir comentários

Você já ouviu alguém falar que quando aquecemos o azeite ele perde todas as suas propriedades benéficas para a saúde? Esta fala é bem comum, e ainda vem acompanhada de mais uma afirmação: se você fizer isso, além dele perder suas propriedades, ainda irá formar substâncias tóxicas que são altamente prejudiciais à saúde. 

Isso é mito!O tipo extravirgem, que é o azeite com maior qualidade, aguenta até 190º sem perder suas propriedades, já o azeite tipo virgem aguenta até 210º também sem perder suas propriedades. Então, sim, você pode - e deve - utilizar o azeite para cozinhar e fritar alimentos”, explica a azeitóloga Ana Beloto. 

Foto: zeljkosantrac / iStock

E qual a vantagem de cozinhar e fritar com azeite? Ela explica que além de aportar vitamina E e vitamina A, omegas 6 e 9, é uma gordura monoinsaturada, então o azeite faz muito bem a saúde. É uma ótima opção para quem está buscando uma dieta mais saudável e completa. 

O único cuidado necessário é não deixar o azeite chegar ao ponto de fumaça. Porém, se você manter as temperaturas indicadas pela azeitóloga, que são altas o suficiente para cozinhar os alimentos, não haverá problema algum, apenas benefícios. 

De acordo com Ana Beloto, devemos consumir, todos os dias, 20ml de azeite, o equivalente a duas colheres de sopa. Utilizando essa quantidade também nos preparos, você transforma o azeite em um grande aliado na cozinha e para a sua saúde. 

Foto: grandriver / iStock

Um estudo brasileiro, publicado no International Journal of Food Studies, comparou quatro tipos diferentes de óleo (óleo de soja, óleo de girassol, azeite virgem e azeite extravirgem) antes e depois do aquecimento. E a conclusão geral deste experimento foi que o azeite tem grande estabilidade ao ser aquecido se comparado com os demais óleos. No estudo provou-se que ele não forma compostos tóxicos e preserva a maior parte de suas características benéficas

Então, pode usar e abusar do azeite nas preparações dos alimentos, sempre seguindo as dicas de quem entende do assunto! 

Redação Degusta
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade