PUBLICIDADE
URGENTE
Saiba como doar qualquer valor para o PIX oficial do Rio Grande do Sul

Preparação emocional para o casamento

Descubra a importância da preparação emocional para o casamento. Este guia explora os fundamentos cruciais para fortalecer sua base emocional

15 mai 2024 - 12h12
Compartilhar
Exibir comentários
Preparação emocional para o casamento
Preparação emocional para o casamento
Foto: Denny Muller / Unsplash / Personare

Casar é realmente uma coisa maravilhosa. Eu fui casada quatro anos no civil antes de formalizar meu casamento na Igreja em setembro de 2023. Apesar de nunca ter pensado muito sobre isso antes, finalmente pude sentir o que estudei: faz diferença você se comprometer e celebrar este compromisso com a pessoa que você ama. Ou seja, foi a minha preparação emocional para o casamento.

Sistemicamente dizemos que quando um casal não está pronto para casar, só quer namorar, noivar, morar junto, os dois ou um dos dois, está esperando por algo melhor. Então formalizar e casar, além do ritual, pode fortalecer a união.

É um momento também de ritualizar a saída do casal da família de origem para formarem um novo sistema familiar.

Este é um passo que diz muito sobre o sucesso ou fracasso do relacionamento, pois a partir do casamento cada pessoa passa ser prioridade da outra antes da família de origem, e muita gente falha neste quesito.

Leia também:

+ Como escolher a melhor data para casar com a Astrologia

+ Descubra qual é o cristal perfeito para casamento e como usá-lo

+ Sonhar com casamento: o que significa? É bom ou ruim?

Como eu sei que este é o sonho de muitas pessoas, trago algumas perguntas que todo casal deveria se fazer antes de assumir este compromisso. 

Muitas pessoas casam sem entender exatamente o que estão fazendo, somente para celebrar a festa, e é por isto que o Brasil atingiu um recorde de mais 386 mil divórcios em 2021 segundo estatísticas do IBGE.

Por isso, eu vou te ajudar a entender melhor sobre a preparação emocional para o casamento.

Autoconhecimento e Preparação Emocional para o casamento

É necessário autoconhecimento e preparação emocional para o casamento. Isso porque são duas pessoas diferentes, vindas de famílias diferentes, com costumes, manias e hábitos distintos.

Muitas vezes, no namoro, quando não se tem a convivência diária, muitas questões passam despercebidas, mas depois, com a proximidade, rotina e, principalmente, com a vinda dos filhos, tudo o que não foi conversado e combinado, vem à tona, gerando inúmeros conflitos.

Então, para se preparar de verdade para o SIM e ter um relacionamento duradouro, conversas difíceis devem acontecer sempre que necessário, mas principalmente antes de dar este passo tão importante.

Lembrando que namoro e noivado foram feitos para acabar. Sei que pode doer ouvir isto, mas te garanto que é melhor que isto aconteça antes de casar e construir uma família e ter filhos envolvidos nesta história. 

Leia também:

+ Combinação de signos no amor: dicas do que cada um gosta (e não gosta) no amor

+ Como saber se estou num relacionamento saudável?

+  Descubra como atrair relações saudáveis

Perguntas para se preparar para o casamento

Antes de formalizar sua relação, é importante que vocês dois estejam sintonizados nas respostas das perguntas abaixo. São questões que ajudam na preparação emocional para o casamento:

  • Quanto tempo deve durar namoro/noivado?
  • Em quanto tempo irão casar?
  • Casamento é para sempre?
  • Mas se tiver infidelidade? E se tiver doença? Como vão lidar? 
  • Vocês tem plano para a vida financeira de vocês? E se as coisas ficarem ruins? Vão unir o dinheiro? 
  • Qual a relação com Religião e Espiritualidade?
  • Querem filhos? E se não tiverem? 
  • Quem faz o que em casa? 
  • Se ficarem sem relação sexual, como lidam? Qual ritmo que cada um considera ideal? Como vão ajustar isto?
  • Como vão fazer para falar sobre temas desconfortáveis?
  • Como será a criação dos filhos? Tela? Idade para colégio? Ambos trabalham? Quem cuida?
  • Tem problema com família de origem? Outros filhos? Casamentos anteriores? Como lidar?

Estude sobre seu relacionamento

Hoje vivemos em uma sociedade que busca muito o lema "Você deve ser feliz" e claro que devemos sim buscar a nossa felicidade, mas você sabia que este não é o objetivo de um casamento?

E é por isto que muitos casamentos acabam.

Quando nos unimos a outra pessoa, principalmente se você fez isto diante de Deus, você está jurando fidelidade a esta pessoa na saúde, na doença, na riqueza e pobreza, ou seja, já é avisado que teremos desafios e dificuldades, mas que decidimos enfrentá-las juntos.

Nos casamos para tentar fazer o outro feliz e ele deveria também buscar a nossa felicidade, mas como muitos casais não foram preparados para isto, quando percebem que não estão felizes e estão com desafios, desistem ou tentam de forma desajeitada a fazer dar certo, fazendo tudo errado.

O ideal, antes de partir para o próximo relacionamento, as pessoas deveriam se preparar para relacionar, para dialogar e servir da forma correta. 

Seria perfeito se este estudo e preparação acontecesse por parte do casal antes do SIM, porque estudamos para tantas coisas e negligenciamos estudar para termos um relacionamento duradouro e feliz.

Eu acredito que a pessoa com quem iremos nos relacionar e construir a nossa família é a decisão mais importante da nossa vida. 

Ficaremos vinculados a esta pessoa para toda vida se tivermos filhos, é a pessoa que você irá mais conviver e o que você irá construir ou não dependerá muito da união e da visão de futuro do casal. 

Rede de apoio para o casamento

Então, não busque rede de apoio com pessoas que falem para você ser feliz, sem antes ter buscado uma pessoa experiente sobre relacionamento, que te ajude a conduzir uma transformação na sua relação.

Um sacerdote, pastor, diretor espiritual também te ajudará a aprender como melhorar um casamento e recomendo muito que você tenha com quem contar.

Conhecer os temperamentos do seu esposo, a linguagem do amor também são ferramentas que acredito que são muito úteis na hora de ajustar a comunicação, a forma de cuidar e também na hora de comunicar o que é importante para você.

Relacionamento e Comunicação

Uma atividade que eu gosto muito de sugerir para minhas mentoradas para ajudar na resolução de conflitos e também diminuir a reclamação constante no casamento é ter um dia na semana de jantar do casal. 

Para se preparar para o jantar, você deve ter uma lista de tudo o que gostaria de ter reclamado durante a semana e irá aprender a não fazer porque isto desgasta muito a relação.

Façam uma comida, saiam pra jantar fora, ou peçam algo muito gostoso. 

A conversa só deve ser iniciada depois que já tiverem comido e bebido, falado de coisas boas e os planos do casal.

Ao final, se ainda sentir de mostrar algo para o parceiro que precisa ser ajustado, faça isto através da comunicação não violenta, falando como você se sente quando acontece algo que te incomoda e sugira atividades para resolver a questão. Aprenda também a escutar sem se defender e pedir desculpas quando estiver errada.

Estar presente, sem mexer no celular, olhando nos olhos é fundamental para a conversa fluir.

Práticas diárias pré-casamento

Agora para ter calma com o grande dia vale a pena, antes mesmo do dia do casamento, começar a fazer algumas práticas diárias.

  • Você pode meditar alguns minutos todos os dias.
  • Conecte-se com sua espiritualidade usando, por exemplo, algum livro espiritual ou a bíblia (se você tiver ligação com alguma religião).
  • Eu gosto muito de rezar o terço diariamente, mas pode ser qualquer outra prática que faça você se conectar com algo maior. 
  • Cuide muito da alimentação, hidratação e faça exercícios físicos para reduzir o estresse.
  • Celebre cada fornecedor que você fechar. Fique feliz com a preparação e celebração das pequenas conquistas e no grande dia releve se algo não sair como você sonhou.
  • O importante é estar presente para o SIM, de corpo e alma. Não deixe que pequenas coisas tirem o foco do que é mais importante: você e a pessoa que você escolheu para passar o resto de sua vid.

Lar Luminoso e Alegre

Tanto na preparação da festa, quando no dia-a-dia, muitas vezes nos tornamos pessoas sem alegria, reclamamos de tudo que não está como gostaríamos e isto no longo prazo é pesado.

Aprender a ser a pessoa que traz a alegria e leveza para a casa e para a festa é fundamental.

Independente dos desafios, que com certeza irão surgir, meu conselho para você é: peça ajuda quando estiver prestes a explodir e perder a cabeça, tenha um momento só para você para espairecer quando sentir que não vai dar conta e dai volte.

Seja a pessoa que ajudará a sua casa se transformar num lar luminoso e alegre.

O post Preparação emocional para o casamento apareceu primeiro em Personare.

Natália Torchio (ntorchio@gmail.com)

- Consteladora familiar e terapeuta holística . Já ajudou diversas pessoas a destravarem suas vidas com seus atendimentos, no momento somente online. Dá aulas gratuitas semanais no seu Instagram e também oferece curso online.

Personare
Compartilhar
Publicidade
Publicidade