PUBLICIDADE

Como o Tarot pode auxiliar a atravessar momentos desafiadores?

Descubra como o Tarot pode iluminar momentos desafiadores, oferecendo orientação e clareza para superar crises pessoais

13 jun 2024 - 06h33
(atualizado em 14/6/2024 às 10h15)
Compartilhar
Exibir comentários
Tarot momentos desafiadores
Tarot momentos desafiadores
Foto: Viva Luna Studios / Unsplash / Personare

Antes de você entender como o Tarot pode te auxiliar a atravessar momentos desafiadores, é importante você ter uma noção básica do que de fato se trata o Tarot.

O Tarot é um baralho de cartas milenar, rico em simbologia que podemos associar a diversas outras importantes linhas de conhecimento como a Astrologia, a Cabala, a Numerologia, por exemplo.

Origens do Tarot

Dizem que os sacerdotes que previam a queda dessa civilização antiga, teriam transformado a sabedoria de cada um de seus 7 templos e de sua sede em lâminas onde foram guardados todos seus conhecimentos em forma de símbolos.

Mais tarde, essas lâminas teriam se transformado no que conhecemos como as cartas do Tarot que é comporta por 78 cartas, ou seja, 22 Arcanos Maiores e 56 Arcanos Menores.

E desde então essas cartas circularam pelo mundo, até que aqueles que obtinham a sabedoria dentro de sí, reconheceriam o Tarot não como um baralho recreativo ou um oráculo puramente adivinhatório, mas como chaves de acesso à evolução da Humanidade.

Segundo escrituras antigas como o Mahabharata e o Bhagavata Purana, vivemos hoje o que é denominado como Kali Yuga, que é uma era de crescente degradação humana, cultural, social, ambiental e espiritual, simbolicamente referida como a Idade das Trevas. 

Sem precisar entrar em nenhum tipo de estudo filosófico ou espiritual, podemos perceber claramente os movimentos profundos de transformação que a humanidade vivencia hoje e que, naturalmente, reflete na vida de cada indivíduo.

Leia também:

O momento que atravessamos é de muitas transformações

Ou seja, de mudanças inesperadas, rupturas, perdas, é como se a vida estivesse dando aquela chacoalhada tão forte, que mal podemos ver um palmo a frente. 

E é completamente natural que em momentos como esse você perceba que muitas coisas estão mudando dentro de você e em sua vida, isso pode gerar confusão, medo, inseguranças, isolamento e até mesmo a desesperança, por exemplo.

Mas calma, nada está perdido. Pelo contrário, como disse Friedrich Nietzsche: "É preciso ter um caos dentro de sí para dar à luz uma estrela cíntilante." 

Em outras palavras, esses momentos desafiadores fazem parte da nossa trajetória humana e ela própria está expressa na jornada dos 22 Arcanos Maiores do Tarot, que podemos ver como um mapa que nos alerta dos perigos, dos caminhos dúvidosos e dos caminhos verdadeiros para nossa alma, até que despertemos dentro de nós e em nossas vidas a harmonia, prosperidade e realização que desejamos.

Você pode entender o Tarot como uma bússola, que trás luz para a escuridão. Que trás clareza para os acontecimentos passados, presentes e te norteia para o futuro que você deseja viver.

Os simbolismos das respostas do Tarot

Na estrutura do Tarot, que é composta pelas 78 cartas nós temos:

Arcanos Maiores

Que representa a jornada evolutiva humana, podemos entender os Arcanos Maiores como realidades divinas, cartas que são como caminhos de conexão da Humanidade ao Divino e do Divino à Humanidade. 

Quando os Arcanos Maiores se apresentam em uma leitura, podemos interpretar que ali existe uma realidade divina se manifestando, em outras palavras, os Arcanos Maiores apontam questões importantes para o desenvolvimento do consulente, chaves importantes para lidar com o tema em questão e para seu próprio crescimento.

Logo, os Arcanos Maiores vem trazer respostas mais profundas em relação a jornada do consulente, aspectos a serem reconhecidos, trabalhados e/ou desenvolvidos para a fluidez das àreas da vida e de sua própria evolução pessoal.

+ Saiba tudo sobre os Arcanos Maiores aqui

Arcanos Menores

Os Arcanos Menores se uniram aos 22 Arcanos Maiores séculos depois, mesmo não tendo sua origem comprovada. Os Arcanos Menores compõe parte importante em uma análise de Tarot porque representam a jornada puramente humana do indivíduo. 

Assim, os Arcanos Menores trazem respostas mais cotidianas, acerca de decisões, caminhos e escolhas que reflitam nas áreas da vida. São cartas, portanto, que trazem respostas mais diretas para resoluções de situações que estejam atreladas a dimensão humana. 

Por exemplo: mudar de casa, investir em um projeto, os sentimentos de uma pessoa, questões relacionados a ganho e perdas de dinheiro. Ele está dividido em 4 elementos.

4 Elementos no Tarot

  1. Tradicionamente chamada de Gládios, popularmente conhecido como Espadas as cartas desse naipe estão associados ao elemento AR: vão representar a parte mental e intelectual do indivíduo. Representam comumente questões ligadas ao pensamento, a disputas, desafios, foco, estratégias, limites, intelecto.
  2. Tradicionalmente chamada de Taças, popularmente conhecido como Copas as cartas desse naipe estão associados ao elemento ÁGUA: vão representar a parte emocional e sentimental do indivíduo. Representam comumente questões ligadas às emoções, sentimentos, traumas, relacionamentos, intuição, sensibilidade, afetos, prazeres, criação,
  3. Tradicionamente chamado de Bastões, popularmente conhecido como Paus as cartas desse naipe estão associados ao elemento FOGO: vão representar a parte astral e energética da pessoa. Representam comumente questões ligadas à criatividade, paixão, entusiasmo, ação, movimento, atitude, desenvolvimento, vontade, desejo.
  4. Tradicionalmente chamado de Moedas, popularmente conhecido como Ouros, as cartas desse naipe estão associados ao elemento TERRA. Ou seja, vão representar a parte corpórea e material do indivíduo.Representam comumente questões ligadas ao dinheiro, materializações, negócios, expansão, manifestações, colheita, corpo físico.

Terapia com Tarot: Fundamentos e Práticas

O Tarot foi investigado por estudiosos de diversas linhas de conhecimento, entre eles Carl Gustav Jung que foi um psiquiatra, psicanalista e psicoterapeuta suíço, fundador da psicologia analítica pioneiro em utilizar as cartas de Tarot da forma terapeutica contemporanea.

O Tarot, quando nas mãos de um especialista que estuda com seriedade as lâminas, já é por si só terapêutico. Através dos informações obtidas através das cartas, as confusões mentais dão lugar a clareza, a angústia dá lugar a esperança. E, além disso, os medos cedem lugar a coragem de enfrentar os desafios e continuar trilhando a jornada com resiliencia.

Jung se aprofundou nos estudos das lâminas passando por antigos estudiosos ocultistas como Eliphas Levi, Papus e G.O. Mebes, que já reconheciam que os Arcanos faziam a leitura do inconsciente e revelava em seus simbolos a jornada evolutiva humana. 

Ele desenvolveu um estudo utilizando as cartas como chaves de acesso ao incosciente do paciente, que muitas vezes se via bloqueado e impedido de acessar um material mais profundo da sua psiqué. 

As cartas serviam então para abrir as portas internas e acessar conteúdos necessários para o desenvolvimento terapeutico da pessoa. Auxiliando, assim, a lidar com as mais diversas questões como traumas, padrões familiares, depressões, ansiedade e etc.

Hoje pode-se utilizar o Tarot de inúmeras formas, contido em seus símbolos está uma infinita fonte de sabedoria que se ramifica em diversas aplicações. Abaixo vou compartilhar três formas:

Oracular

Utilizado a séculos como Oráculo, através da leitura das cartas, o Tarot pode revelar questões acerca do seu passado, presente e tendências para o futuro. 

Apesar de algumas pessoas utilizarem das cartas com promessas pretenciosas de previsão de futuro, o propósito do Tarot não está em decretar seus caminhos. Mas te auxiliar a construir com mais consciencia dos seus desafios e das suas potencialidades. 

Nessa forma de conexão com o Tarot, você tem a oportunidade de enxergar tanto as áreas da sua vida, quanto seu universo interior de uma forma mais clara.

Assim, trazendo pra consciência as limitações ocultas, suas virtudes não reconhecidas, os caminhos possíveis para a realização dos seus objetivos e orientações claras para sua jornada. 

Ainda nas leituras oraculares, você tem a possibilidade de interpretar sonhos, compreender questões da sua dimensão interior, tais como:

  • angústias, tristezas, intuições e etc
  • analisar áreas ou situações de sua vida cotidiana
  • entender sua jornada evolutiva
  • compreender seu autoconhecimento e até mesmo uma conexão mais clara com a sua espiritualidade.

Meditação

Outra forma de conexão com os Arcanos do Tarot é atráves de meditações guiadas, que te levam de encontro ao arquétipo que você precisa desenvolver ou curar dentro de si. 

As meditações trazem uma proximidade maior com o arcano, auxiliando a dissolver questões atreladas a ele. E, claro, recebendo orientações diretamente do arquétipo e acessando as potencialidades luminosas no seu interior. 

Por exemplo: uma pessoa que se sente estagnada em determinadas áreas da vida, sente que se doa muito para tudo e todos, mas não sai do lugar. 

Um encontro com o Arcano XII - O Pendurado, pode revelar o que está mantendo essa pessoa em um local de sacrificio em sua vida, o que a impede de se libertar, reconhecer seu próprio valor. E, além disso, oferecer os caminhos para que essa liberação aconteça e ela possa entrar num fluxo harmonioso em sua vida.

Psicoterapia

Hoje temos alguns psicoterapeutas e terapeutas que utilizam das cartas do Tarot como chaves de acesso ao inconsciente. Não de uma forma oracular, como expliquei anteriormente, mas como forma de despertar lembranças, sentimentos e insigths no paciênte apenas olhando para uma das cartas. 

Nessa proposta de trabalho, o terapeuta não utiliza o Tarot para revelar os desafios ou dar orientações. Mas para que o próprio paciência consiga acessar o que se faz necessário em seu universo interior. Assim, contribui para o desenvolvimento do trabalho terapêutico.

Ainda é possível utilizar o Tarot de forma terapeutica através de alinhamentos energéticos, florais, dança, música e etc.

Ética e Responsabilidade

Independente da forma que você escolher acessar o Tarot, é importante que você escolha profissionais qualificados para te atender. 

Nem todo tarólogo ou cartomante tem especilização terapêutica necessária para conduzir você nessa proposta de atendimento. Por isso, se limita, muitas vezes, a mancias (leituras) superficiais acerca do seu momento de vida, previsões para o futuro e algumas revelações sensacionalistas.

A Ética é um dos principios indispensáveis para um profissional que trabalha com o Tarot, a ética é parte da filosofia que estuda os valores morais e os princípios ideais da conduta humana, que todo especialista deve seguir para um trabalho sério e responsável com seus consulentes ou paciêntes.

Respeitar e incentivar o livre arbitrio da pessoa

O papel do especialista não é o de dar respostas prontas ao consulente. Mas de analisar a situação e auxiliar que a pessoa faça suas escolhas a partir do seu livre arbitrio.

Respeitar a confidencialidade e privacidade do cliente

O que se diz na sala de atendimento, fica na sala de atendimento. Em nenhuma hipótese o especialista deve quebrar a confiança terapeuta-consulente. Nem mesmo em publicações anônimas nas redes sociais (a não ser que se tenha autorização prévia e por escrito).

Não julgar e respeitar todas as formas de ser e viver

O especialista não deve de forma alguma promover suas opiniões pessoais, julgar através de falas ou pensamentos acerca das leituras ou questões do consulente. Ele deve a todo momento buscar compreender as necessidades do consulente e orientar a partir de uma postura terapeutica e do que orientam as cartas. 

Destaco também reações diante das cartas que são reveladas durante uma leitura, um profissional apto sabe que nenhuma lâmina do Tarot é boa ou ruim, que em si encerram ambos aspectos desafiadores e fortalecedores.

Evitar fazer afirmações definitivas ou previsões futuras que possam comprometer a liberdade de escolha do cliente

Não cabe ao especialista decretar nenhuma verdade absoluta em relação ao passado, presente ou futuro do consulente. Além de intervir no seu livre arbitrio - artificio principal para transformar qualquer tendência acessada no Tarot -, pode despertar medo e confusão.

Usar linguagem clara e direta

Quanto maior o conhecimento e competência do especialista, mais clara e direta precisa ser sua comunicação. Isso pode vir através de exemplos ou analogias para que a informação chegue até o consulente livre de opiniões pessoais. E, além disso, o mais fidegnida possível do que transmitem as cartas.

Preços e a oferta de outros serviços

Os preços dos atendimentos devem ser previamente estabelecidos, determinando o tipo de serviço e sua duração. 

Outros serviços complementares que o terapeuta oferece, os quais possam genuinamente contribuir para o desenvolvimento do consulente, podem ser sugeridos, mas sem qualquer obrigação ou imposição. Nenhum tipo de trabalho espiritual deve ser imposto como urgência ou obrigação.

Reconhecer os limites da própria competência e encaminhar o cliente para um profissional qualificado, quando necessário

É bastante comum durante um atendimento que o especialista se depare com situações psicológicas ou até mesmo de saúde física que não estão dentro do seu conhecimento. É responsabilidade do especialista orientar o consulente a procurar um profissional qualificado, seja um psicólogo, psiquiatra ou até mesmo um médico. O mesmo para questões energéticas ou espirituais.

Usando o Tarot em Momentos Desafiadores

Em momentos desafiadores da vida, o Tarot se revela como uma bússola que esclarece e orienta os acontecimentos da vida interna ou externa. Isso porque as cartas vão oferecer orientações em meio à turbulencia que você possa estar atravessando. 

Os Arcanos são repletos de simbolismos que refletem tanto os aspectos internos, ajudando:

  • na compreensão da sua mente
  • no entendimento das suas emoções
  • a seguir o seu processo de autoconhecimento
  • a revelar com clareza como se encontra determinada situação da sua vida

Em ambos os casos, o Tarot pode revelar questões que você não consegue perceber e que estejam atuando como um obstáculo e potencializando os desafios vividos. Pode ainda revelar também padrões, bloqueios, interferencias ou desafios a serem trabalhados e superados.

Tarot para momentos complexos

Além disso, como o Tarot pode acessar diversas dimensões da questão, ele auxilia a lidar com assuntos complexos que por vezes, você não compreende a origem daquele desafio. 

Através das análises é possível compreender a raíz do problema, seja ele de fundo emocional, relacional ou até mesmo um padrão familiar que você esteja reproduzindo insconscientemente em sua vida. 

Ele fornece uma perspectiva panoranica da sua situação, acessando as nuances que estão ocultas nos desafios e orientando de forma clara. E, dessa forma, permite que você tome decisões mais conscientes e assertivas. 

Essa clareza e orietanções que o Tarot transmite pode ser reconfortante e encorajador em períodos de incerteza e confusão. Isso porque oferece caminhos claros e direcionados para lidar com os desafios de forma harmoniosa.

O papel do Tarot vai além das análises e entendimentos do que ocorre no seu interior e na sua vida. O atendimento conduzido por um especilista preparado, oferece um espaço seguro para expressar com tranquilidade o que está no seu coração e em seus pensamentos.

Aliviando, dessa forma, a sobrecarga mental e emocional, além de ser um espelho de reconhecimento das suas forças internas e recursos para lidar com os desafios, que geralmente durante essas travessias tempestuosas parecem estar muito distantes. 

O Tarot é como um professor sábio, que conduz o consulente a entrar em contato com sua sabedoria interior. Assim, fortalece sua capacidade de enfrentar as adversidades com coragem, resiliência e determinação. 

Então o consulente reconhece e recebe a chave para transformar os momentos desafiadores em oportunidades de crescimento e evolução.

O post Como o Tarot pode auxiliar a atravessar momentos desafiadores? apareceu primeiro em Personare.

Gi Crizel (contatogicrizel@gmail.com)

- Gi Crizel é Terapeuta Integrativa, Taróloga, Guardiã dos Saberes Femininos e, Fundadora da Escola de Mistérios Arcanum. Dedica-se aos caminhos do autoconhecimento e da espiritualidade desde 2014, já são aproximadamente 10.000 atendimentos que orientaram e conduziram mais de 2000 pessoas em um período de 9 anos de experiência. Te conduzindo ao despertar, com autonomia e a coragem de ser quem você realmente é.

Personare
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade