PUBLICIDADE

Bons hábitos: agora que o ano recomeçou, retome sua meta

Se o ano só começa após o Carnaval, ainda dá tempo de você comprir seu objetivo

15 fev 2024 - 09h01
(atualizado às 22h59)
Compartilhar
Exibir comentários
Se falta motivação para o exercício, experimente trazer algo divertido para esse momento
Se falta motivação para o exercício, experimente trazer algo divertido para esse momento
Foto: iStock / Jairo Bouer

Para boa parte dos brasileiros, o ano só começa de vez depois do Carnaval. E mesmo que você não seja adepto da folia, é provável que tenha aproveitado o feriado para descansar as chuteiras. Mas e aquelas resoluções que você fez no Ano Novo, que incluía fazer exercícios regularmente, beber e comer menos? Será que você já está descansando delas também?

Uma pesquisa feita no mês passado nos EUA, pelo instituto de pesquisas Pew Research Center, mostrou que 41% das pessoas que tinham feito resoluções na virada do ano já tinha desistido de uma ou de todas as metas.

Se esse é o seu caso, muita calma nessa hora! Se você perdeu o rumo já em janeiro, ou estava esperando o Carnaval passar, ainda há tempo de voltar aos trilhos. Veja algumas estratégias apoiadas por pesquisas que podem ajudar com isso:

1. Seja mais específico

Estabelecer metas amplas demais, ou exagerar nos objetivos podem ser armadilhas perigosas. Por isso, em vez de dizer "vou fazer mais exercício", tente se organizar para fazer, por exemplo, os 150 minutos por semana recomendados pela Organização Mundial de Saúde (OMS). E não esqueça de computar o tempo dedicado à tarefa, seja num caderno ou no seu celular, já que isso ajuda a manter o entusiasmo.

Uma revisão de estudos de 2021 envolvendo idosos e pacientes com doenças crônicas descobriu que ter seu progresso monitorado era fundamental para se exercitar de forma consistente.  

2. Traga um prazer para a tarefa

Para se manter num objetivo a longo prazo, é mais importante aproveitar o processo do que se concentrar no resultado desejado. Por isso, trazer algo que proporcione prazer para uma obrigação que não é tão agradável, mas necessária para a sua saúde, é sempre uma boa ideias. Se você já enjoou de caminhar na esteira ouvindo música, escolha um podcast que desperte sua curiosidade para ouvir nesse momento. Ou deixe para assistir seu seriado predileto somente ao usar a bicicleta ergométrica, para que você sinta vontade de voltar ao equipamento no dia seguinte.

Um estudo feito em 2016 descobriu que, embora as pessoas que buscam objetivos de longo prazo, como melhor saúde, possam inicialmente ser motivadas por recompensas futuras, recompensas imediatas, como aproveitar um treino, estavam mais fortemente associadas à persistência em relação a um objetivo.   

3. Encontre um incentivador

Ter alguém que o ajude a se manter firme em uma resolução é outra estratégia importante. Pode ser um familiar, um amigo ou colega de trabalho que te lembre de desligar os eletrônicos um pouco mais cedo, para conseguir dormir mais, por exemplo, ou que se comprometa a fazer uma caminhada no bairro depois do expediente.

Alguns estudos sugerem que ter alguém que o mantenha firme está associado a uma maior chance de sucesso. Um trabalho publicado em 2018 descobriu que as pessoas que tinham "amigos" durante programas de perda de peso perderam mais peso e reduziram seus índices de massa corporal e tamanhos de cintura mais do que aqueles sem amigos. Aqueles que perceberam seus amigos como atenciosos, cuidadosos e encorajadores viram as maiores reduções em BMI e tamanho da cintura.

4. Encontre motivação o ano todo

Muita gente precisa do chamado "efeito de novo começo" para retomar uma meta, como o início da semana, do mês, ou seu aniversário. Se isso faz sentido para você, aposte nesses marcos temporais para não perder a motivação. O importante é não se deixar desanimar cada vez que você sair da rotina.

Jairo Bouer
Compartilhar
Publicidade
Publicidade