PUBLICIDADE

Paletes parecem sustentáveis, mas podem ser perigosos?

Confira como este item na moda pode se arriscado para você e para o meio ambiente

12 jun 2024 - 19h16
Compartilhar
Exibir comentários

Os paletes se tornaram um elemento popular na decoração. Sua versatilidade, rusticidade e apelo estético os tornaram uma escolha comum para mobiliar casas e espaços comerciais. Porém, segundo Paula Rocha, Gerente de Retail Solutions da CHEP Brasil, por trás dessa tendência aparentemente inofensiva, surge uma preocupação crescente sobre o uso adequado e responsável desses itens. 

À primeira vista, a reutilização dos paletes pode parecer uma opção sustentável. Afinal, o reaproveitamento de materiais reduz o desperdício e minimizar o impacto ambiental. 

-
-
Foto: Matt Seymour/Unsplash / Casa.com

Atualmente, existe um sistema muito eficiente de pooling de paletes azuis, que desempenha um papel crucial na economia circular. Este sistema permite que esses itens sejam reutilizados e compartilhados em diversas indústrias, o que, comparado a outras alternativas de mercado, garante menos uso de recursos da natureza, emissão de CO2 e resíduos a aterros sanitários.

Porém, quando são desviados desse sistema e utilizados exclusivamente para fins de decoração, esse ciclo sustentável é interrompido. 

Paletes utilizados inadequadamente são adotados sem considerar questões importantes de segurança. Um dos principais problemas associados ao uso indevido na decoração é a falta de regulamentação e controle de qualidade. Muitas vezes, os paletes disponíveis para uso de decoração não passam por inspeções adequadas para garantir sua integridade estrutural e segurança. Como resultado, os paletes danificados, enfraquecidos ou tratados com produtos químicos nocivos podem representar sérios riscos para aqueles que os utilizam.

-
-
Foto: Mika-Baumeister/Unsplash / Casa.com

O emprego indiscriminado do item na decoração também pode contribuir para a disseminação de pragas e doenças. Paletes que foram armazenados ao ar livre ou em condições inadequadas podem abrigar insetos e fungos prejudiciais à saúde. Ao trazê-los para dentro de casa, há o risco de contaminar o ambiente.

Outra preocupação é a falta de consciência sobre as origens e seu potencial impacto ambiental. Nem todos são fabricados de forma sustentável, e muitos são feitos de madeira proveniente de desmatamento ilegal ou de áreas de conservação ambiental. Ao utilizar sem verificar sua procedência, os consumidores podem contribuir para a destruição de ecossistemas e habitats naturais.

Casa.com
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade