PUBLICIDADE

4 truques para arrasar na construção do closet

Arquiteta dá dicas de como realizar a decoração de closet e transformá-lo em um ambiente dos sonhos

27 jan 2022 21h02
ver comentários
Publicidade
O closet pode servir como uma extensão do seu dormitório
O closet pode servir como uma extensão do seu dormitório
Foto: Shutterstock / Alto Astral

Ter um closet é o sonho de muitas mulheres. Afinal, quem não quer um ambiente reservado e único para organizar seus itens pessoais, não é verdade? Há ainda aquelas que já possuem um ambiente para abrigar o seu, mas que ainda não sabem como começar a transformar o espaço neste local que faz parte do imaginário feminino.

Um closet é uma solução prática, porém vai muito além disso. O ambiente também pode ser um cantinho exclusivo de quem o possui, justamente por proporcionar a liberdade para desfrutar do momento de se arrumar para um compromisso, expor e valorizar objetos significativos, assim como abrigar uma coleção de sapatos e bolsas.

Para a arquiteta Patrícia Penna, a construção de um closet começa a partir de um levantamento de tudo aquilo que se pretende acomodar, considerando um inventário completo daquilo que a futura dona já possui.

Nesse sentido, é importante entender a diversidade de roupas, sapatos, bolsas, acessórios e até mesmo aquilo que pretende ser incorporado futuramente à coleção.

"Com isso, conseguimos desenhar um ambiente com uma marcenaria, circulação confortável e o mobiliário que responda às demandas. Nesse contexto, o projeto luminotécnico igualmente deve ser levado em conta, pois a luz perfeita faz a diferença para as tantas atividades realizadas no closet", considera Patrícia.

Outro aspecto a ser analisado é o conjunto de hábitos dos clientes. Segundo ela, para desenvolver o closet perfeito é primordial entender as necessidades, bem como o jeito de ser do morador e a visão esperada para o cômodo. "Essa percepção sobre a relevância que uma pessoa confere a um item, em detrimento a outro, coopera para definirmos sobre o número de gaveteiros, prateleiras, cabideiros e nichos", detalha. 

Confira a seguir dicas e orientações de Patrícia Penna para a montagem do closet perfeito!

A recomendação é que closets compartilhados possuam cores mais neutras |
A recomendação é que closets compartilhados possuam cores mais neutras |
Foto: Shutterstock / Alto Astral

1. Entenda quais são as suas especificidades

De acordo com a arquiteta, é essencial compreender quais são as especificidades e a demanda de cada closet, pois somente assim o resultado será satisfatório e harmônico.

Por isso, é importante entender as dimensões do cômodo que abrigará o closet, além do melhor modelo conforme o volume de itens a serem guardados. 

Há ainda outras questões que merecem atenção como:

  • se o closet será dividido (como um ambiente do casal, por exemplo);
  • se ele será aberto ou fechado;
  • se o ambiente funcionará como uma extensão do dormitório;
  • por fim, a decoração do closet.

"Em um closet de casal, além das peças de cada um, há de considerar também a personalidade e o modo como cada um vislumbra o ambiente", enfatiza Patrícia.

2. Pense em um modelo com medidas precisas

Por se tratar de um ambiente planejado, é necessário pensar também no tamanho ideal de nichos, prateleiras, cabideiros, gavetas e sapateiras.

Para a parte feminina do closet, Patrícia recomenda considerar vãos com altura entre 1,20 e 1,60 m, de forma a não amassar e não danificar as peças. Já para os homens, a referência pode alternar entre 0,90 e 1,15 m.

No quesito gavetas, as dimensões podem variar respeitando aquilo que será guardado dentro delas. Para peças íntimas, de 12 a 15 cm é suficiente para comportá-las e, passando para o acervo de roupas de ginásticas e pijamas, 20 cm costuma atender às necessidades.

Já para as sapateiras, um closet pode contar com prateleiras deslizantes. Com 12 e 18 cm os moradores podem acomodar sandálias, tênis baixos e rasteirinhas e, para modelos mais altos, como saltos e voltas, os projetos atribuem um parâmetro entre 18 e 24 cm de altura.

3. Não deixe a iluminação de lado

Outro ponto crucial para a construção de um closet é a iluminação. Sendo assim, há todo um cuidado para que a luz não seja em excesso, pois incomoda, e nem que falte luz, já que isso atrapalha. 

Segundo Patrícia Penna, uma das fortes tendências para os closets são os móveis em tons mais claros, como branco, que ajudam a ampliar ainda mais o espaço. Eles podem aliar-se a uma iluminação criativa, que pode ser instalada, inclusive, dentro dos armários, conferindo um efeito luxuoso ao ambiente.

4. Invista na decoração!

Outra forma de conferir sua personalidade ao closet é através da decoração. Caso o ambiente seja compartilhado, o ideal é optar por cores neutras como o bege e o branco em decisões que predominam no ambiente, como a marcenaria.

O toque pessoal fica por conta dos detalhes, como uma banqueta ou poltrona disposta para os momentos de vestir-se e calçar um sapato, por exemplo. "São cuidados que incluímos para propiciar um dia a dia ainda mais agradável para eles", discorre Patrícia.

No complemento da decoração, a arquiteta ainda considera que os cabideiros, instalados nas paredes ou nas laterais de armários, são peças charmosas a serem incluídas, tal qual arandelas, abajures e mobiliários.

Fonte: Patrícia Penna, arquiteta do escritório Patrícia Penna Arquitetura & Design.

Alto Astral
Publicidade
Publicidade