PUBLICIDADE

Marquezine volta a sensualizar com look ALL BLACK de R$ 7 mil

8 mai 2023 - 11h33
(atualizado às 16h30)
Compartilhar
Exibir comentários

Bruna Marquezine não tem medo de ousar nos looks, que exibem de forma sensual e atual muita pele, valorizando sua silhueta sarada. A atriz de "Besouro Azul" foi ao show de Marina Sena, neste domingo (7), com duas peças pra lá de ousadas de uma de suas grifes queridinhas: a francesa Jacquemus.

Bruna Marquezine
Bruna Marquezine
Foto: Agência Brazil News / Elas no Tapete Vermelho

Com styling de Pedro Sales, a morena, que mais uma vez deixou os fios soltos e ondulados, usou body de R$ 3299 e saia de R$ 4023, à venda na loja online Farfetch do Brasil. As peças são pretas, com tecido stretch, detalhe de recortes vazados, modelagem assimétrica.

Bruna Marquezine
Bruna Marquezine
Foto: Agência Brazil News / Elas no Tapete Vermelho

O body é todo recortado, com abertura frontal, deixando os abdômen à mostra. Traz ainda  decote com gola escafandro, enfatizando a assimetria da peça, efeito complementado pela saia com lateral presa em três tiras. Os detalhes das contas esféricas fazem as vezes de acessórios.

Bruna Marquezine
Bruna Marquezine
Foto: Agência Brazil News / Elas no Tapete Vermelho

Os recortes produzidos pelas tiras laterais da saia, finalizados pelas esferas, revelam quase a intimidade de Bruna Marquezine, deixando em dúvida se ela está ou não com calcinha. Mes dúvida que apareceu com outro look usado por ela, cuja foto foi publicada na semana passada, em que aparecia com um vestido preto da marca Andrea Ádamo, também com recortes laterais.

O look de Bruna Marquezine potencializa a tendência do cut-out, que traz produções cheias de recortes em lugares inusitados, poara deixar a pele à mostra com sensualidade.

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Pedro Sales (@pedrosales_1)

#ficaadica1: Se você pensa que só magras e saradas podem usar, pode mudar seus conceitos. Na trend chamada de body positive, que preza a aceitação do corpo sem se enquadrar em um padrão, o cut-out também é bem-vindo, seja a pessoas gordo, com celulite, com estrias ou com cicatriz. Não importa, o que vale é se aceitar e usar o que bem entender, caso seu estilo e personalidade combine com a produção.

#ficaadica2 - O cut-out ganhou força após o confinamento de meses em casa, a libido guardada e o corpo trancado. Quando as portas começaram a ser abertas, o que era restrito a grupos fechados e famosas ousadas invadiu as principais tendências de moda. E essa onda que também está dentro do chamado fetishecore, no sentido de realmente mostrar os corpo sem vergonha alguma, mantém-se firme e forte.

Elas no Tapete Vermelho
Compartilhar
Publicidade
Publicidade