5 eventos ao vivo

14 frases lgbtfóbicas que você provavelmente já disse e nem sabia

Para comemorar o Dia do Orgulho LGBTQI+, não há nada melhor do que relembrar que o preconceito deve ser combatido diariamente, até na forma como nos expressamos

28 jun 2020
06h59
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Frases lgbtfóbicas
Frases lgbtfóbicas
Foto: Reprodução/Pinterest / Alto Astral

Hoje em dia não é raro escutar ou acabar soltando alguns termos bem problemáticos que podem soar meio (ou muito!) incômodos para a comunidade LGBTQI+ (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Transexuais, Queers, Intersexuais, etc). Que tal começar a evitar estas frases lgbtfóbicas conhecendo quais delas não são bacanas de se proferir?

Todos os estes termos deverão ser riscados do seu cotidiano. E isso vale não só para o Dia do orgulho LGBT, comemorado em 28 de junho, como para todo o sempre. Afinal, tratar as diferenças com respeito é mais do que necessário, e sim, fundamental, por direito.

Já passou da hora de você parar de usar frases lgbtfóbicas

1. "Homossexualismo"

Pode parecer muito simples e não são poucos que acabam escorregando na língua portuguesa, mas o correto é "homossexualidade" e não "homossexualismo". O prefixo "ismo", utilizado até a década de 1990, dá à construção da frase a concepção de se tratar de uma doença. Por isso, foi amplamente criticado e caiu em desuso.

2. "Homossexualidade é uma doença"

Desde 1985, por meio do Conselho Federal de Psicologia, o Brasil não considera mais a sexualidade como uma doença. Na década de 1950, pesquisadores diziam que a homossexualidade é um transtorno mental, mas isso jamais foi provado e, depois, passou a ser questionado por estudiosos, médicos e ativistas ao redor do mundo.

3. "Pode ser lésbica, mas não precisa se vestir como homem"

Homens e mulheres, independente da sexualidade, têm o direito de se vestir como quiserem. Muitas mulheres, lésbicas ou não, se sentem mais confortáveis com roupas masculinas, e isso não é problema nenhum.

4. "Vocês podem não se tocar ou beijar? Meus filhos não vão entender"

Na verdade, as crianças conseguem entender isso como um sinal de carinho desde que os pais ensinem pedagogicamente que não é preciso "estranhar" a cena. Que tal mostrar para os seus filhos que, independente da sexualidade, o amor pode ser lindo de qualquer jeito?

5. "Transexuais são homens vestidos de mulher" 

Transexuais e transgêneros são os termos utilizados para quando a pessoa nasce com um sexo biológico, mas se identifica com o sexo oposto. Isso pode acontecer logo na infância, na adolescência ou no decorrer da vida. Ou seja: transexuais pertencem ao gênero ao qual se identificam.

6. "Tudo bem ser gay, mas não precisa ficar dando pinta"

Tudo bem ser gay, e tudo bem dar pinta também! Essa frase acaba limitando as pessoas de se comportarem e se sentirem como elas gostam de se sentir: livres. A pesquisadora Judith Butler chama isso de "performance de gênero". Segundo ela, não é correto marginalizar as pessoas que não se encaixam em um padrão de masculinidade ou feminilidade.

7. "Você não acha que é lésbica só por que nunca encontrou o homem certo?"

Nessa frase, muitas pessoas partem da ideia de que a sexualidade é uma escolha, quando na realidade, ela se baseia em atrações, que podem ser pelo sexo oposto ou não. Você por acaso se lembra em que momento da vida escolheu ser heterossexual?

8. "Bissexualidade não existe"

Assim como as outras sexualidades, a bissexualidade existe sim, e significa a atração tanto por pessoas do mesmo sexo quanto pelo sexo oposto. O mito é de que a pessoa está passando por um momento de "confusão", quando, na verdade, ela simplesmente gosta do que lhe chama a atenção.

9. "Nossa, que desperdício"

Quando algumas pessoas descobrem que um homem ou uma mulher muito atraentes são gays, lésbicas ou bissexuais, é de praxe que digam coisas como "que desperdício". Isso é ofensivo porque coloca a heterossexualidade em um lugar superior, como se fosse, realmente, o padrão.

10. "Você nem parece ser gay"

A problemática principal sobre essa frase está no fato de que não existe uma maneira "certa" de ser gay, lésbica ou qualquer outro gênero e sexualidade. Quando alguém cai nesse discurso, só mostra o quanto os estereótipos estão enraizados na sociedade.

11. "Você está parecendo uma travesti"

Uma das frases lgbtfóbicas mais preconceituosas, do começo ao fim, até porque sabemos que ela só é usada de maneira pejorativa. Não cite-a para criticar a aparência de alguém, já que ser e parecer uma travesti está longe de ser algo negativo.

12. "Voz de traveco"

Você já parou para pensar o quanto pode ser difícil escutar essas coisas? O processo de transição hormonal e seus efeitos deveriam ser vistos como uma coisa boa, já que, finalmente, essa pessoa estaria indo de encontro com o corpo em que ela se sentirá confortável. "Traveco" nem sequer é o termo certo, percebe como essa frase coloca essas vidas como secundárias na sociedade?

13. "Não sou homofóbico, tenho amigos gays"

O preconceito está tão enraizado que não é difícil que uma pessoa LGBT escute qualquer uma das frases acima por parte de um amigo como se fossem "normais". Ter um amigo gay não significa que você não é preconceituoso em algum nível, já que isso é muito diferente de vê-lo, verdadeiramente, como igual a você.

14. "Opção sexual"

Você deve abolir essa expressão. O correta é utilizar "orientação sexual", que está relacionado com as diferentes formas de atração afetiva e sexual de cada pessoa. Esse termo é vastamente defendido pelo simples fato de ninguém escolher sua orientação, ou seja, elas desenvolvem sua sexualidade ao longo da vida.

Agora que já conhece várias frases lgbtfóbicas, não esqueça de sempre corrigir amigos e familiares que insistem em usá-las. A luta contra a discriminação e o preconceito deve ser diária.

Veja também:

De andador, veterano de guerra de 99 anos arrecada milhões para saúde pública britânica
Alto Astral
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade