PUBLICIDADE

Governo Lula destinou R$ 1 bilhão às Forças Armadas para atuar no RS, afirma comandante do Exército

General Tomás Paiva afirmou ter se surpreendido com o volume de água no estado: "Nunca vi tanta chuva junta"

21 mai 2024 - 12h47
(atualizado às 13h32)
Compartilhar
Exibir comentários
A cidade de Arroio do Meio foi uma das muitas que sofreram com as chuvas no Rio Grande do Sul, com bairros inteiramente desertos; apenas a parte central da cidade se salvou
A cidade de Arroio do Meio foi uma das muitas que sofreram com as chuvas no Rio Grande do Sul, com bairros inteiramente desertos; apenas a parte central da cidade se salvou
Foto: Wilton Junior / Estadão / Estadão

O comandante do Exército, general Tomás Paiva, que está no Rio Grande do Sul desde o início das chuvas, afirmou que o governo federal destinou R$ 1 bilhão às Forças Armadas para as operações de resgate e reconstrução do estado. As declarações foram dadas nesta terça-feira, 21, em entrevista para rádio CBN. 

O militar também afirmou ter se surpreendido com o volume de água: "Morei em Santa Maria. Nunca vi tanta chuva junta". Além disso, ele destacou que não há um prazo definido para a retirada das tropas do estado.

O general explicou ainda que o trabalho no Estado está entrando em uma nova fase, com a estabilização da parte de resgate. Ele ressaltou a importância de direcionar esforços para logística, limpeza e recuperação da infraestrutura.

Saiba como ajudar as vítimas das enchentes do Rio Grande do Sul Saiba como ajudar as vítimas das enchentes do Rio Grande do Sul

“E o retorno da infraestrutura, que é uma preocupação enorme, no sentido de a gente ajudar as agências a restabelecer serviço de água, a restabelecer serviço de energia elétrica”.

Quanto à instituição de uma Garantia da Lei e da Ordem no Rio Grande do Sul, o militar afirmou que essa possibilidade não foi cogitada em nenhum momento.

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Publicidade