'Minha casa está rachada', moradores de Maceió mostram situação enquanto parte da cidade afunda

4 dez 2023 - 10h01
Compartilhar

'Minha casa está rachada', moradores de Maceió mostram situação enquanto parte da cidade afunda. Residentes da capital de Alagoas falaram com a Reuters na sexta-feira, 1º, sobre a tragédia ambiental em curso no local. Eles mostraram rachaduras nas paredes de suas casas, que correm o risco de desabar devido à exploração de sal-gema no subsolo da cidade pela Braskem. A Defesa Civil de Alagoas decidiu manter, nesta segunda-feira, 4, o alerta máximo para risco de colapso na mina da produtora petroquímica. O atual afundamento de solo na cidade tem como principal foco a mina de extração de sal-gema número 18, no bairro Mutange. Desde terça-feira, 28, a mina acumula quase 2 metros de afundamento, o que levou a Defesa Civil a emitir um alerta máximo e declarar estado de emergência.

Fonte: Redação Terra
Publicidade
Publicidade