PUBLICIDADE

Fogo no Pantanal dificulta visibilidade em principal estrada para Corumbá (MS)

Ministras Marina Silva e Simone Tebet irão ao local na próxima sexta-feira (28)

25 jun 2024 - 11h00
(atualizado às 11h32)
Compartilhar
Exibir comentários
Estrada que liga Campo Grande à Corumbá está tomada de fumaça
Estrada que liga Campo Grande à Corumbá está tomada de fumaça
Foto: Reprodução/Jornal Nacional/TV Globo

O fogo que consome regiões do Pantanal sul-matogrossense comprometeu a visibilidade na estrada que liga Campo Grande, a capital do Mato Grosso do Sul, à cidade de Corumbá. Os focos de incêndio cobrem pontos da BR-262 de fumaça e preocupa o Corpo de Bombeiros da região. As informações são da TV Globo. 

Conhecida como a capital do Pantanal, Corumbá é banhada pelo Rio Paraguai e fica próxima à fronteira do Brasil com a Bolívia. A equipe da TV Globo rodou os 220 km da BR-262 para tentar dimensionar os estragos causados pelo fogo que atinge o bioma.

Segundo a reportagem, os dois lados da pista apresentam focos de incêndio e a fumaça torna difícil a visibilidade em trechos da rodovia. É a partir do quilômetro 660, na altura de Corumbá, que o cenário fica ainda pior. A área não apresenta nenhuma visibilidade aos motoristas. Na região, dá para ver animais tentando fugir do fogo pela pista. 

Conforme reportagem da TV Globo, o Corpo de Bombeiros e a Polícia Rodoviária Federal estavam no local monitorando focos de incêndio e rodovias na segunda-feira, 24. Um dos bombeiros atuantes na operação informou ainda que a equipe já estava no local da ocorrência na noite de domingo, 23, auxiliando no controle da área. 

Pantanal: vídeo mostra multidão em festa de São João enquanto mata pega fogo em Corumbá:

No final de semana, um registro feito durante o tradicional Arraial do Banho de São João, que acontecia entre a sexta-feira, 21, e domingo, 23, preocupou a população. As imagens divulgadas nas redes sociais mostram o fogo consumindo a mata em uma das margens do Rio Paraguai.

Segundo o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), cerca de 1.729 focos de incêndio foram identificados na região desde 1º de junho. 

Marina Silva e Tebet visitarão Corumbá

Na segunda-feira, 24, a ministra do Meio Ambiente e Mudança do Clima, Marina Silva, já tinha anunciado o aumento de reforços para o combate ao fogo no Pantanal. Segundo ela, mais de 50 novos brigadistas do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) foram acionados para a região. 

Atualmente, a operação conta com 175 brigadistas do Ibama, 40 do ICMBio, 53 combatentes da Marinha atuando no território. Em pronunciamento oficial, a ministra também explicou o motivo dos focos de incêndio.

Cidade submersa: Jacarta está afundando e Indonésia já constrói nova capital Cidade submersa: Jacarta está afundando e Indonésia já constrói nova capital

"Toda a bacia do Paraguai está em escassez hídrica severa. Nós não tivemos a cota de cheia. Não tivemos o interstício entre o El Niño e La Niña. E isso faz com que uma grande quantidade de matéria orgânica em ponto de combustão esteja causando incêndios que estão fora da curva em relação a tudo que se conhece", alertou.

A previsão é que Marina Silva vá a Corumbá na próxima sexta-feira, 28. Acompanhada dela, estará a ministra do Planejamento e Orçamento, Simone Tebet, que também já foi vice-governadora do estado do Mato Grosso do Sul. 

O ministério comandado por Tebet ainda anunciou a liberação de R$ 100 milhões, destinados ao Ibama e ao ICMBio.

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
TAGS
Publicidade
Seu Terra












Publicidade