PUBLICIDADE

Anitta sofre ataque de água-viva durante passeio em Ibiza: "Fui eletrocutada"

Cantora está na Europa pela turnê 'Baile Funk Experience'

10 jul 2024 - 16h52
(atualizado às 18h58)
Compartilhar
Exibir comentários
Anitta relata ter sofrido ataque de água-viva durante passeio em Ibiza
Anitta relata ter sofrido ataque de água-viva durante passeio em Ibiza
Foto: Reprodução/Instagram/@anitta

A cantora Anitta tem aproveitado a turnê 'Baile Funk Experience', na Europa, para curtir os lugares por onde passa pelo continente. Apesar do sucesso dos shows, a artista viveu um perrengue nesta quarta-feira, 10, ao ser atacada por uma água-viva durante um passeio pelas grutas de Ibiza, na Espanha.

O episódio foi narrado pela cantora nos Stories de seu perfil no Instagram, no começo da tarde desta quarta.

"A experiência de ser eletrocutado enquanto nada", escreveu Anitta, ao mostrar uma foto da marca deixada pela água-viva em seu antebraço. A artista contou ter sentido uma dor como 'nunca antes na vida'. 

"Foi a coisa mais horrível. Eu fui eletrocutada, literalmente. E resistiu. Eu fui eletrocutada, e eu lutando, e eu dava soco", narrou Anitta. Ela afirmou que sentiu o animal se aproximando de seu rosto, que ficou vermelho e inchado após o incidente, antes de ser ajudada por um marinheiro. 

A cantora assegurou a seus seguidores que já estava melhor após o ataque, mas deixou o alerta: "Foi uma dor do fim da vida por uma hora mais ou menos, mas está tudo bem". 

Anitta sofreu queimaduras no rosto após ataque de água-viva em Ibiza
Anitta sofreu queimaduras no rosto após ataque de água-viva em Ibiza
Foto: Reprodução/Instagram/@anitta

Queimaduras de águas-vivas

Em contato com a pele, as águas-vivas liberam substâncias que provocam queimaduras. Se isso ocorrer, a dica é usar o já conhecido vinagre, explica a dermatologista e diretora da Sociedade Brasileira de Dermatologia - Secção RS (SBD-RS), Cintia Cristina Pessin.

Cristina afirma que as compressas de vinagre ou água do mar gelada ajudam a inativar os nematocistos (pequenos tentáculos que contêm células urticantes) das águas vivas.

"Compressas ou packs de água do mar gelada ou vinagre têm efeito analgésico nesses casos e devem ser aplicadas na área lesada imediatamente, ainda na praia, como rotina de primeiros socorros", explica.

A recomendação é usar a água do próprio mar sempre para aliviar a ardência e não a água doce eventualmente trazida de casa.

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade