0

Volkswagen Fox Connect, um carro marcado para morrer

Com a montadora alemã cada vez mais globalizada, o brasileiríssimo Fox entra no seu ano de despedida. Veja se ele vai deixar saudades

31 dez 2019
05h51
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
O Fox Connect é muito bem equipado pelo seu preço.
O Fox Connect é muito bem equipado pelo seu preço.
Foto: VW / Divulgação

Criado por um designer brasileiro, Luiz Alberto Veiga, o Volkswagen Fox entra em sua última temporada. Pelo menos essa é a previsão do fabricantes alemão, que marcou o mês de maio de 2020 como o último para a produção do Fox. Uma pena. Com ele, vai embora o último carro genuinamente brasileiro.

Enquanto mês de descontinuação do Fox não chega, vale a pena considerar a compra. Ele é vendido em duas versões: a Connect (R$ 51.490) e a Xtreme (R$ 56.690), ambas com motor 1.6 e câmbio automatizado manual de cinco marchas. A Xtreme é mais cara por ter rodas maiores, câmera de ré e mais detalhes visuais. Quanto ao Fox Connect, fez um bom papel desde 2018, quando foi criado.

A oferta de equipamentos de série é incrível. É raro achar achar um carro nesse preço que já venha com piloto automático, central multimídia, vidros elétricos, direção assistida, rodas de liga leve, faróis de neblina com função cornering e volante multifuncional.

Projeto brasileiro, o Fox foi concebido de dentro para fora.
Projeto brasileiro, o Fox foi concebido de dentro para fora.
Foto: VW / Divulgação

O carro é bem espaçoso por dentro, pois foi concebido “de dentro para fora” e favorece pessoas altas. O Fox é um dos raros carros genuinamente nacionais, criado por designers brasileiros para o Brasil.

O carro é realmente conectado e faz jus ao nome, pois traz conectividade Android Auto e Apple CarPlay de série no sistema Composition Touch por meio do App-Connect. 

O painel traz volante multifuncional e é bastante funcional.
O painel traz volante multifuncional e é bastante funcional.
Foto: VW / Divulgação

Felizmente, na hora da morte do Fox, a Volkswagen decidiu livrá-lo do câmbio automatizado I-Motion, de embreagem simples, que dava trancos a cada mudança de marcha. Ficou só a versão com a ótima caixa manual de cinco velocidades.

O Fox só é espaçoso para cima e não para os lados, mas isso só poderia ser corrigido com uma nova geração. Não haverá. Apesar de seus 104 cv de potência, a relação peso/torque é sofrível. O carro se arrasta em subidas. O motor 1.6 de 120 cv da própria Volks deixaria o Fox bem melhor. E talvez lhe desse desse mum final de vida mais digno.

O Fox vai embora do mercado quando completa seu 20º ano de produção.
O Fox vai embora do mercado quando completa seu 20º ano de produção.
Foto: VW / Divulgação

Os números

  • Preço: R$ 51.490
  • Motor: 1.6 flex
  • Potência máxima: 104 cv a 5.250 rpm (e)
  • Torque máximo: 153 Nm a 2.500 rpm (e)
  • Câmbio: 5 marchas MT
  • Comprimento: 3,868 m
  • Largura: 1,6631 m
  • Altura: 1,552 m
  • Entre-eixos: 2,467 m
  • Pneus: 195/55 R15
  • Peso: 1.080 kg
  • Porta-malas: 270 litros
  • Tanque: 50 litros
  • 0-100 km/h: 11s1
  • Velocidade máxima: 183 km/h
  • Consumo cidade: 11,2 km/l (g)
  • Consumo estrada: 12,7 km/l (g)
  • Emissão de CO2: 113 g/km

 

Veja também:

Mercedes GLB 200, um SUV de 7 lugares com motor 1.3
Guia do Carro
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade