1 evento ao vivo

Novo Tiggo 5X ataca Renault Captur. Será a próxima vítima?

SUV da Caoa Chery sobe nas vendas e mira o modelo francês para subir mais um degrau. Conheça as versões e as armas do Captur para a defesa

26 fev 2020
06h30
  • separator
  • 0
  • comentários

Uma nova batalha se desenha no panorama dos SUVs compactos superiores. De um lado, o Renault Captur, defendendo as cores da França e com ênfase no sistema de som Bose. Do outro, o Caoa Chery Tiggo 5X, resultado da associação entre as montadoras do Brasil e da China, com várias modificações no SUV mais vendido da marca. O Captur tem mais mercado e uma faixa de preços bem maior, o que lhe dá vantagem, mas o Tiggo 5X vem diminuindo rapidamente a diferença de vendas entre eles.

Caoa Chery Tiggo 5X TXS na linha 2021: topo de linha chinês por R$ 102.990.
Caoa Chery Tiggo 5X TXS na linha 2021: topo de linha chinês por R$ 102.990.
Foto: Caoa Chery / Divulgação

O Renault Captur e o Caoa Chery Tiggo 5X disputam o 12o lugar no ranking dos SUVs. Considerando as vendas até 24 de fevereiro, o Captur leva uma pequena vantagem de 147 carros (1.684 vendas contra 1.537). É muito pouco, considerando que há apenas um ano o Captur vendia 2.556 carros no mês e o Tiggo 5X estreava com modestos 387 emplacamentos. Ao longo da temporada, o Tiggo 5X veio devorando adversários. Não poupou sequer o Tiggo 2, seu irmão menor dentro da família de SUVs sino-brasileiros.

O Captur terminou o ano com 28.660 vendas, enquanto o Tiggo 5X alcançou 7.971. O pico do Renault foi em junho, com 3.898 licenciamentos; o do Caoa Chery foi em outubro, com 1.082. Este ano, eles começaram bem mais próximos, com 956 vendas para o Captur e 887 para o Tiggo 5X (janeiro).

O Renault Captur defende sua posição com mais ofertas de versões: os motores são 1.6 e 2.0, ambos aspirados.
O Renault Captur defende sua posição com mais ofertas de versões: os motores são 1.6 e 2.0, ambos aspirados.
Foto: Renault / Divulgação

Na semana passada, a Caoa Chery anunciou modificações no Tiggo 5X. O carro ficou mais caro, porém mais competitivo. Teve algumas mudanças visuais bem discretas, mas ganhou uma nova central multimídia, com Android Auto e Apple CarPlay, com tela tátil de 9” polegadas. Para se defender do ataque sino-brasileiro, o SUV francês tem nada menos de quatro versões entre os Tiggo 5X T (R$ 91.990) e TSX (R$ 102.990). Duas versões do Captur são 1.6 com câmbio CVT e duas são 2.0 com câmbio automático de quatro marchas: Intense 1.6 CVT (R$ 95.990), Intense 2.0 AT4 (R$ 96.990), Bose 1.6 CVT (R$ 97.990) e Bose 2.0 AT4 (R$ 98.990). As duas versões do Tiggo 5X utilizam motor 1.5 turbo com câmbio automatizado de seis marchas com dupla embreagem. Os motores do Captur são aspirados.

Em potência, o Tiggo 5X de 150 cv leva boa vantagem sobre o Captur 1.6, que tem 120 cv, e supera por pouco o Captur 2.0, que entrega 148 cv. Esse é o problema do Captur, pois a versão 1.6 é disparado a mais vendida. O Captur 2.0 tem um bom motor, mas o câmbio limitado em quatro marchas reduz sua eficiência. Seu consumo na estrada é de apenas 10.8 km/l. Coincidentemente, o Captur 1.6 e o Tiggo 1.5 empatam nesse quesito: ambos fazem 11,7 km/l na estrada. Em compensação, o Renault 1.6 é superior na cidade: faz 10,5 km/l, contra 9,8 do Tiggo 5X. A vantagem do motor 1.5 turbo do Tiggo 5X é exatamente a modernidade traduzida em eficiência. Mesmo tendo a menor cilinidrada dos três, é o que tem a melhor potência específica: 100 cv/litro. Os motores1.6 e 2.0 do Captur têm apenas 75 e 74 cv/litro, respectivamente.

O Tiggo 5X ganhou aprimoramentos depois de um belo crescimento no primeiro ano de vendas.
O Tiggo 5X ganhou aprimoramentos depois de um belo crescimento no primeiro ano de vendas.
Foto: Caoa Chery / Divulgação

O Caoa Chery Tiggo 5X também é maior, mais largo e mais alto do que o Renault Captur. Entretanto, a distância entre eixos do SUV francês é 4,3 cm maior. Para quem prefere um SUV bem alto, o Captur também leva vantagem, pois seu vão livre do solo é de 212 mm. O Tiggo 5X tem apenas 150 mm de vão livre, o que o torna mais estradeiro e menos aventureiro. O Renault tem porta-malas maior: 437 contra 340 litros. O SUV chinês dá o troco em alguns equipamentos, como monitoramento de pressão dos pneus, freio de estacionamento elétrico, Auto Hold e controle automático de descida. Além das versões automáticas citadas, o Renault Captur tem também a versão Zen com câmbio manual por R$ 79.990.

O Captur tem maior vão livre do solo, mas é menor do que o SUV chinês em comprimento, largura e altura.
O Captur tem maior vão livre do solo, mas é menor do que o SUV chinês em comprimento, largura e altura.
Foto: Renault / Divulgação

 

Veja também:

Guia do Carro
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade