PUBLICIDADE

Já dirigimos: Volvo XC40 elétrico acelera como esportivo

Já dirigimos o novíssimo Volvo XC40 elétrico, que surpreende pelo ótimo desempenho. Novo SUV oferece 413 cv e tem alcance de até 418 km

17 set 2021 00h00
| atualizado às 11h56
ver comentários
Publicidade
Volvo XC40 Recharge Pure Electric.
Volvo XC40 Recharge Pure Electric.
Foto: Fabio Aro/Volvo

A Volvo quer se tornar 100% elétrica até 2030. E o primeiro passo foi o XC40 Recharge Pure Electric, que já está no Brasil. Anunciado em pré-venda em maio deste ano, o modelo acaba de ser lançado oficialmente no país, com o preço de R$ 389.950. Já dirigimos o novo XC40 Recharge Pure Electric entre as cidades de Porto Alegre, Osório e Santo Antônio da Patrulha, todas no Rio Grande do Sul, em um percurso de aproximadamente 250 km.

Durante nossas primeiras impressões, rodamos quase todo o tempo na rodovia BR-290 em condições de chuva e tempo seco, com fluxo bom de trânsito. Ao dirigir, o desempenho agrada bastante. Apesar de não ser a proposta do modelo, a aceleração é digna de esportivo. O XC40 elétrico acelera de 0 a 100 km/h em apenas 4,9 segundos e a velocidade máxima é limitada eletronicamente a 180 km/h, como todos os carros atuais da marca sueca. Apesar do peso de 2.188 kg, a relação peso-potência é de excelentes 5,3 kg/cv. 

Volvo XC40 Recharge Pure Electric.
Volvo XC40 Recharge Pure Electric.
Foto: Fabio Aro/Volvo

O XC40 elétrico é equipado com dois motores elétricos -- um em cada eixo -- que a Volvo chama de P8. Juntos, eles oferecem 413 cv de potência combinada. As retomadas de velocidade são ótimas, uma vez que, por se tratar de um carro elétrico, o torque de 660 Nm já está totalmente disponível ao ligar o carro. O carro é muito estável e a suspensão filtra bem as imperfeições do solo mesmo com as rodas de 20’’. A posição de dirigir é ótima, e a direção elétrica é firme em velocidades mais elevadas.

Um recurso interessante -- também presente na versão híbrida -- é o modo de condução utilizando apenas um pedal. Quando este modo é acionado, basta tirar o pé do acelerador, que o XC40 automaticamente freia. No entanto, para quem não tem o costume de dirigir carros com esse recurso, é necessário alguns minutos até se acostumar com a função, uma vez que a frenagem pode ser um pouco repentina. Os freios regenerativos ajudam a recuperar energia para a bateria. 

Volvo XC40 Recharge Pure Electric.
Volvo XC40 Recharge Pure Electric.
Foto: Fabio Aro/Volvo

Equipado com um sistema de baterias de 78 kWh, o Volvo XC40 Recharge Pure Electric oferece um alcance de 418 km, e conta com suporte a carregamento rápido. Segundo a Volvo, em uma corrente de 150 kW, o modelo recarrega de 0 a 80% da bateria em 40 minutos. Já em carregadores convencionais, o tempo de recarga completo varia entre 7 e 11 horas. A marca sueca já conta com uma infraestrutura de 800 carregadores em todo o país, e pretende oferecer mais de mil pontos até o fim deste ano. Quem comprar o carro até o fim do ano também ganhará o carregador domiciliar Wallbox de 11kW da Volvo.

Por fora, o Volvo XC40 elétrico traz apenas mudanças pontuais em relação às demais versões. A principal diferença é a nova grade dianteira. A peça conta com design fechado e é pintada na mesma cor da carroceria. Visualmente, o conjunto agrada, e ajuda a destacar a nova versão. Outra modificação é a ausência das saídas de escapamento, logicamente, por se tratar de um carro elétrico. As novas rodas são de 20’’ e contam com acabamento diamantado. O porta-malas tem capacidade para 414 litros e também há um compartimento de 31 litros sob o capô.

Volvo XC40 Recharge Pure Electric.
Volvo XC40 Recharge Pure Electric.
Foto: Fabio Aro/Volvo

Por dentro, o acabamento do XC40 é caprichado. O interior conta com materiais sensíveis ao toque e os bancos com novo revestimento ecológico são confortáveis. As novidades em relação ao modelo a combustão são o novo painel de instrumentos digital de 12,3’’ -- que pode exibir informações de tráfego no centro da tela -- e a central multimídia de 9’’, que agora traz o sistema Android Automotive OS. 

Desenvolvido pela Google, ele é compatível com os recursos Google Maps, Google Play Store e Google Assistente, e conta com suporte a comandos de voz e informações em tempo real. Por fim, o sistema também permite ao usuário a instalação de aplicativos. O sistema é intuitivo e fácil de mexer. No entanto, a usabilidade poderia ser melhor caso a tela estivesse posicionada de forma horizontal e não na vertical.

Volvo XC40 Recharge Pure Electric.
Volvo XC40 Recharge Pure Electric.
Foto: Fabio Aro/Volvo

O preço de R$ 389.950 é bem acima do XC40 híbrido R-Design (R$ 299.950), o que pode pesar na hora da escolha pelo elétrico. Apesar disso, as vendas do XC40 Recharge Pure Electric superaram as expectativas da Volvo. O lote inicial de 300 unidades previstas para 2021 esgotou em apenas duas semanas desde o início da pré-venda. Isso fez com que a montadora sueca trouxesse um lote extra de mais 150 unidades, quase todas já vendidas. 

As entregas começam a partir deste mês, mas quem adquirir uma unidade agora terá que aguardar ao menos até janeiro do ano que vem para receber o XC40 elétrico, o que confirma a grande procura pelo modelo. Posteriormente, a Volvo também pretende oferecer outras versões elétricas menos potentes e mais em conta.

Os números

  • Preço: R$ 389.950
  • Motor: 2 Motores elétricos de 150 kW cada (um em cada eixo)
  • Potência: 413 cv
  • Torque: 660 Nm
  • Câmbio: 1 marcha AT
  • Tração: 4x4 (integral)
  • Comprimento: 4,425 m
  • Largura: 1,863 m
  • Altura: 1,647 m
  • Entre-eixos: 2,702 m
  • Vão livre: 176 mm
  • Peso: 2.118 kg
  • Pneus: 235/45 R20 (d) e 255/40 R20 (t)
  • Porta-malas: 414 litros
  • Alcance: 418 km
  • 0 a 100 km/h: 4s9
  • Velocidade máxima: 180 km/h
  • Emissão de CO2: 0 g/km
Guia do Carro
Publicidade
Publicidade