0

Esportivo: Ford Mustang GT V8 5.0

O cupê esportivo mais vendido do mundo já emplacou mais de 1.000 unidades desde sua chegada ao Brasil

27 nov 2019
15h45
atualizado às 15h47
  • separator
  • 0
  • comentários

Vendido oficialmente pela primeira vez no Brasil desde 2018, o Ford Mustang está disponível somente na versão GT Premium com Performance Pack, a melhor configuração possível.

Ford Mustang GT.
Ford Mustang GT.
Foto: Divulgação

Na linha 2019, a única novidade externa é a introdução da cor azul Indianápolis, que se junta às tradicionais laranja, amarelo, branco, prata, cinza, preto, três tons de vermelho e outros dois tons de azul. 

Outra novidade no Mustang é o sistema de som Bang & Olufsen, que tem 12 alto-falantes.

O carro estreou no Brasil já com o facelift que melhorou alguns aspectos dessa geração lançada nos EUA em 2015, como o motor mais potente e o câmbio automático de dez marchas.

O Pack Performance traz aerofólio, freios esportivos de alta performance, quatro freios ventilados (com pinças de alumínio Brembo na dianteira e pinças de aço na traseira), rodas de 19” e suspensão adaptativa.

Ford Mustang GT.
Ford Mustang GT.
Foto: Divulgação

O que nós gostamos

O motor V8 5.0 de 466 cv de potência e 566 Nm de torque faz desse carro um foguete nas acelerações. Os Track Apps (aplicativos de pista) trazem cronômetro de aceleração, cronômetro de volta, desempenho de frenagem e Line Lock, que trava a roda dianteira e libera a traseira para quem é capaz de fazer drifting.

A suspensão integral link melhorou melhorou o comportamento dinâmico do carro da água para o vinho, pois agora é independente e deu ao Mustang a capacidade de fazer curvas como um ótimo esportivo.

O design é maravilhoso, uma silhueta clássica, a dianteira muito longa (é um legítimo fastback), com luzes de LED verticais na frente e nas lanternas traseiras.

O Mustang não tem o logotipo oval da Ford. No seu lugar está o famoso cavalo, que aparece também projetado no chão por luzes de cortesia quando você abre as portas.

O motorista tem uma ótima posição de dirigir, com um volante grosso e multifuncional, junto com um quadro de instrumentos em tela LCD de 12”. O cluster digital permite incríveis configurações, com 27 cores de fundo e vários diagramas para os mostradores clássicos.

Se você já fica feliz com quatro modos de condução, no Mustang são sete: Normal, Esportivo, Esportivo Plus, Pista, Drag, Neve/Molhado e My Mode, cada um com um layout próprio. O modo Pista desliga o controle de tração.

Gostamos também da versatilidade do Mustang, pois ele pode ser pacato no uso urbano diário e um monstro na estrada.

O câmbio automático R10 é espetacular (a mesma caixa passou a ser usada também pelo Chevrolet Camaro). Quando o motorista finca o pé, o câmbio reduz de décima para terceira num piscar de olhos.

O que pode melhorar

O carro tem uma leve tendência a desgarrar a dianteira em curvas muito fortes e apresenta turbulência próximo dos 200 km/h.

O ajuste de distância dos bancos deveria ser elétrico, mas é manual.

Os números

  • Ano: 2019
  • Preço: R$ 315.900*
  • Motor: 5.0 a gasolina
  • Potência máxima: 466 cv 
  • Torque máximo: 556 Nm
  • Câmbio: 10 marchas AT
  • Comprimento: 4,789 m 
  • Largura: 1,916 m 
  • Altura: 1,382 m
  • Entre-eixos: 2,720 m
  • Peso: 1.783 kg
  • Pneus: 255/40 R19 (d) e 275/40 R19 (t)
  • Porta-malas: 382 litros
  • Tanque: 60 litros
  • 0-100 km/h: 4s3
  • Velocidade máxima: 250 km/h
  • Consumo cidade: 5,9 km/l
  • Consumo estrada: 8,9 km/l
  • Emissão de CO2: 200 g/km
Guia do Carro
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade