0

Como o Volkswagen T-Cross se tornou o novo rei dos SUVs

Com dois motores turbo muito eficientes e campanha para PcD, Volkswagen T-Cross subiu do 6º para o 1º lugar, mas o Jeep Renegade resistiu

6 jan 2021
13h12
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Volkswagen T-Cross: dois motores turbo muito eficientes ajudaram na conquista do título.
Volkswagen T-Cross: dois motores turbo muito eficientes ajudaram na conquista do título.
Foto: VW / Divulgação

O Volkswagen T-Cross é o novo rei dos SUvs no Brasil. Trata-se de uma conquista importante para um carro que começou com apenas 38 unidades emplacadas em fevereiro de 2019. Menos de dois anos depois, o T-Cross superou cinco concorrentes e terminou um ano de crise com mais de 60 mil vendas.

Dois motores turbo muito eficientes, com injeção direta de combustível, deram ao Volkswagen T-Cross uma vantagem competitiva perante todos os rivais próximos. O motor 1.0 TSI tem 128 cv de potência e 200 Nm de torque, enquanto o 1.4 TSI da versão Highline tem 150 cv e 250 Nm. O ótimo câmbio automático de seis marchas ajudou na fama do carro, bem como a multimídia moderna.

Em 2019, o Volkswagen T-Cross só rompeu a barreira das 5.000 vendas/mês em outubro, mas ainda assim terminou o ano em 6º lugar com 37 mil emplacamentos. Em julho de 2020, conseguiu a incrível marca de 10 mil vendas, devido ao represamento de licenciamentos durante a pandemia de coronavírus. A Volkswagen adotou uma estratégia de vendas para PcD que funcionou muito bem para o SUV compacto.

Jeep Renegade: perda da liderança entre os SUVs, mas com mforte resistência.
Jeep Renegade: perda da liderança entre os SUVs, mas com mforte resistência.
Foto: FCA / Divulgação

Em dezembro, a Jeep tentou tirar a vitória e manter o título na casa, forçando a venda do Renegade, que terminou em 1º lugar com 7.877 emplacamentos. Mas a Volkswagen estava atenta e o T-Cross chegou perto, em 2º, com 7.743 unidades vendidas. Para isso, houve um aumento de 25% nas vendas em relação a novembro. No final, o T-Cross derrotou o Renegade por uma diferença de 3.254 carros.

TOP 5 SUVs EM 2020
P. CARRO VENDAS
2019
VENDAS
2020
DIF.
1 Volkswagen T-Cross 37.081 60.119 +38%
2 Jeep Renegade 68.726 56.865 -17%
3 Jeep Compass 60.362 52.966 -12%
4 Chevrolet Tracker 16.333 49.372 +67%
5 Hyundai Creta 57.460 47.757 -17%

Outro SUV que brilhou muito em 2020 foi o Chevrolet Tracker. Ele saiu de um discreto 11º lugar com a antiga geração para um robusto 4º lugar com a nova geração, superando as 49 mil vendas no ano. Desde julho, o Tracker vende sempre acima de 6 mil unidades, o que o torna o principal concorrente do T-Cross para 2021.

Também não foi nada desprezível o fato de o T-Cross ter chegado ao título na categoria mais cobiçada do mercado (que passou de 26,6% para 32,7% de participação) no mesmo ano em que precisou dividir as atenções com o estreante Volkswagen Nivus. O SUV-cupê terminou o ano com 4.129 emplacamentos e ficou num ótimo 10º lugar, somando 16.278 vendas em seu primeiro ano no mercado.

Chevrolet Tracker: crescimento espetacular no segmento e um dos favoritos para 2021.
Chevrolet Tracker: crescimento espetacular no segmento e um dos favoritos para 2021.
Foto: GM / Divulgação

"Esse foi um ano histórico para o T-Cross e para a Volkswagen”, comemorou Pablo Di Si, CEO da Volkswagen América Latina. “O T-Cross é o primeiro SUV da história a ser o carro mais vendido em um único mês no país, deixando para trás os hatches de entrada e compactos, veículos que tradicionalmente lideram a lista."

Para Ricardo Casagrande, diretor de Vendas da Volkswagen do Brasil, "o T-Cross se destaca também nas questões de pós-venda, com todas as versões (exceto a Sense) inclusas no programa Revisão de Série, que garante a gratuidade das três primeiras revisões”. Atualmente, o T-Cross é exportado para 19 países da América Latina. O carro é produzido em São José dos Pinhais (PR).

Veja também:

Mercedes GLB 200, um SUV de 7 lugares com motor 1.3
Guia do Carro
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade