0

Apple desiste da Hyundai, mas Apple Car deve chegar em 2025

Divórcio entre Apple e Hyundai deixa dúvidas, mas Apple Car virá mesmo e será revolucionário (talvez sem volante e sem pedais)

10 fev 2021
06h00
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Projeções na internet imaginam futuro carro da Apple.
Projeções na internet imaginam futuro carro da Apple.
Foto: Apple / Divulgação

A parceria entre a Apple e o grupo Hyundai parece ter subido no telhado. Após um mês da confirmação de que as empresas estariam negociando a produção de um carro autônomo elétrico, o grupo Hyundai divulgou na última segunda (8) que as negociações com a empresa americana estavam suspensas. E os motivos para a desistência teriam vindo de ambos os lados.

Do lado do grupo sul-coreano -- composto pelas marcas Hyundai e Kia -- a preocupação era a de ser apenas uma terceirizada para a Apple na montagem dos carros, assim como a empresa americana já faz com a Foxconn no caso dos iPhones. A intenção da montadora seria desempenhar o papel de parceira, atuando no desenvolvimento.

Futuro Apple Car deve trazer o sistema Apple CarPlay e apostar em interior sem volante e pedais.
Futuro Apple Car deve trazer o sistema Apple CarPlay e apostar em interior sem volante e pedais.
Foto: Apple / Divulgação

Já pelo lado da Apple, o fato de as negociações terem vazado para a imprensa ainda em estágio inicial contribuiu para a desistência dos americanos. Envolvida desde 2014 com o Project Titan, a empresa americana se limita a afirmar que desenvolve tecnologias de direção autônomas.

Apesar disso, os rumores de que a marca entraria no mercado já existem há alguns anos, sobretudo após a contratação de profissionais que já trabalharam na indústria automotiva, como o ex-vice-presidente da Tesla, Stuart Bowers, e o especialista em desenvolvimento de chassis Manfred Harrer, ex-Porsche, Audi e BMW.

Designer Ali Cam imagina como poderia ser um carro da Apple no ano de 2076.
Designer Ali Cam imagina como poderia ser um carro da Apple no ano de 2076.
Foto: Liviu Tudoran / Divulgação

Após revolucionar as indústrias da música -- com o lançamento do iPod (2001) e da telefonia, com o iPhone (2007), a chegada da Apple ao mercado automotivo certamente seria um marco para o segmento. E com a intensificação dos rumores de que a Apple realmente estaria projetando um carro, surgiu uma pergunta: como seria um carro da empresa?

Por fora, o design poderia se inspirar nos carros da Tesla. Conhecida pela pegada minimalista, é difícil apostar que a Apple apostaria em um desenho muito rebuscado para o seu primeiro carro. Ao invés disso, a marca poderia optar por um design mais funcional e sofisticado. Sem carroceria definida, o carro poderia seguir algo parecido com o sedan Model S ou o SUV Model X.

Interior do Apple Car deve contar com linhas minimalistas inspiradas nos modelos da Tesla.
Interior do Apple Car deve contar com linhas minimalistas inspiradas nos modelos da Tesla.
Foto: Ali Cam / Divulgação

Já no interior, a aposta seria na integração do ecossistema Apple. Novamente com linhas minimalistas, o carro certamente traria uma central multimídia equipada com o Apple CarPlay -- ignorando o Android Auto -- ou até mesmo com o iPadOS (sistema operacional que equipa os tablets da empresa), com foco no entretenimento dos passageiros. Além disso, o modelo também contaria com os carregadores por indução MagSafe, lançados pela empresa em 2020.

Totalmente elétrico, o Apple Car deverá contar com tecnologias de carregamento rápido e autonomia acima dos 500 km. No entanto, o mais importante seria o sistema de condução autônoma. Segundo rumores, a intenção da Apple seria de apresentar um carro sem volantes e pedais, algo inédito na indústria automotiva, e que esbarra em legislações de trânsito atuais.

Tesla Model S pode ser a inspiração para o futuro Apple Car.
Tesla Model S pode ser a inspiração para o futuro Apple Car.
Foto: Tesla / Divulgação

Com produção prevista para começar somente em 2024, o Apple Car deve chegar ao mercado somente no ano seguinte. Rumores apontam que o volume de produção deverá ser de 100 mil unidades por ano, podendo chegar a 240 mil. Já o preço, é uma incógnita. Mas a julgar pelos produtos da marca, tem tudo para ser alto.

Veja também:

Novo Nissan Kicks 2022 dá um salto de qualidade
Guia do Carro
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade